Carros matam 12 pessoas, ferem outras 46 e Polícia prende 25 condutores ilegais em Moçambique
Vida e Lazer - Motores
Escrito por Adérito Caldeira  
Segunda, 05 Novembro 2018 07:53
Share/Save/Bookmark

Doze mortos e 46 feridos entre graves e ligeiros é o balanço de 26 acidentes de viação ocorridos nos últimos dias de Outubro findo em diferentes estradas moçambicanas. As autoridades policiais detiveram também alguns indivíduos acusados de infringir as mais elementares regaras de trânsito, outros por perturbação da ordem e tranquilidade públicas e outros ainda por posse ilegal de armas de fogos.

Segundo o Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), os sinistros, na sua maioria do tipo atropelamento, tiveram como causas o excesso de velocidade, a condução em estado de embriaguez e a má travessia de peões.

Para além da apreensão de 235 cartas, 23 automobilistas foram detidos por alegada tentativa de suborno aos agentes da Polícia de Trânsito (PT) e 25 indivíduos acusados de condução ilegal. Estes são, aos olhos da Polícia, parte da razão de o nosso dia-a-dia na estrada continuar sangrento e doloroso.

Refira-se que, a partir desta segunda-feira (05), entram em vigor novas taxas para emissão e renovação da carta de condução biométrica, que passa de 500 meticais para 2.500 meticais.

Um diploma ministerial sobre a matéria já foi publicado no Boletim da República (BR) e elenca vários outros agravamentos, tais como a emissão de livrete, que passará a custar 1.850 meticais e o exame de condução 2.185 meticais.

Noutras operações, a PRM deteve 1.217 indivíduos, dos quais 1.017 por violação de fronteiras, 179 por prática de delitos comuns e 21 por imigração ilegal.

A instituição disse ainda que que recuperou pelo menos sete armas de fogo, sendo duas do tipo AK-47, e algumas munições.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom