Funcionários condenados por roubo de 200 mil meticais no Gurúè
Destaques - Nacional
Escrito por Redação Centro/ Norte  
Terça, 22 Julho 2014 14:23
Share/Save/Bookmark

Dois funcionários afectos à secretaria do Serviço Distrital de Educação, Juventude e Tecnologia de Gurúè e um contabilista da mesma instituição do Estado foram condenados a penas de dois anos de prisão e pagamento de uma multa de 10.950 meticais cada, por se ter provado o seu envolvimento num esquema de desvio de 199.978,72 meticais destinados a remunerações em atraso de alguns funcionários públicos do distrito de Gurúè, na província da Zambézia.

Os visados, que se encontram a ver o sol aos quadradinhos no Comando distrital da Polícia da República de Moçambique (PRM) local, foram condenados na passada terça-feira, 15 Julho, pelo Tribunal Distrital de Gurúè.

O director dos Serviços Distritais de Educação, Farias Noé, confirmou o caso mas não forneceu detalhes em relação à forma como o valor em alusão foi saqueado. Segundo ele, devido ao roubo, vários professores ainda não auferiram os salários em atraso a que têm direito, referentes ao ano de 2013.

De referir que um número significativo de docentes das escolas da cidade de Gurúè não auferem os seus subsídios correspondentes a horas extras, desde Novembro do ano passado. Para além deste grupo, certos pedagogos contratados pelo governo local, este ano, estão privados dos seus ordenados desde o início das suas actividades.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 4
FracoBom