Polícia neutraliza ladrões à mão armada em Nampula
Destaques - Nacional
Escrito por Redação Nampula  
Terça, 29 Julho 2014 15:27
Share/Save/Bookmark

Uma grupo de assaltantes, considerado perigoso, caiu nas malhas da Polícia da República de Moçambique (PRM) depois de uma tentativa de protagonizar um roubo, na noite de segunda-feira (28), na cidade de Nampula. O grupo é também acusado de agredir cidadãos na via pública e de assaltar estabelecimentos comerciais.

A detenção dos supostos larápios aconteceu no mais antigo e populoso bairro de Namutequeliua, na cidade de Nampula, onde os gatunos introduziram-se violentamente na residência de um cidadão estrangeiro, ameaçara-lhe com uma arma de fogo e apoderaram-se de 115 quilogramas de pedras preciosas e duas motorizadas.

Instantes depois de os meliantes abandonarem o local do assalto, a vítima pediu a intervenção da Polícia. Esta fez-se ao sítio imediatamente. Durante uma perseguição com os gatunos houve troca de tiros, facto que culminou com a morte de dois malfeitores.

Em declarações à Imprensa, Carlos Artur, de 28 anos de idade, confessou a sua participação no grupo a convite de um amigo. Segundo ele, o objectivo era de roubar pedras preciosas para serem revendidas a um cidadão de origem estrangeira cujo nome não foi revelado.

Momed Abdul, de 29 anos de idade, é outro suposto bandido considerado bastante experiente nos assaltos a armazéns e arrombamento de portas de domicílios. Ele disse que participou no assalto a convite do seu sobrinho. Entretanto, este jovem feriu um dos seus comparsas quando tentava disparar contra um dos elementos da Polícia. O cidadão lesionado encontra-se internado no Hospital Central de Nampula (HCN).

Miguel Bartolomeu, porta-voz do Comando Provincial da PRM em Nampula, fez saber que alguns integrantes do grupo estavam detidos e foram restituídos à liberdades por ordens da Justiça. Todavia, por reincidência voltaram a cometer crimes.

Nas mãos dos gatunos, a corporação recuperou duas armas de fogo tipo pistola, as pedras preciosas e as motorizadas em alusão. Decorrem diligências com vista a neutralizar o presumível cabecilha do grupo e o suposto comprador dos bens que tinham sido roubados.

Comentários   

 
0 #1 jeremias alves 30-07-2014 08:18
Tudo fantochada essa policia nao trabalha nada...
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom