Deficiente saneamento do meio caracteriza lar dos professores em Nampula
Destaques - Nacional
Escrito por Redação Centro/ Norte  
Sexta, 19 Setembro 2014 16:31
Share/Save/Bookmark

O lar dos professores, na cidade de Nampula, está a transformar-se numa autêntica casa de moscas, mosquitos e outros vectores de transmissão de doenças devido ao deficiente saneamento do meio naquele local.

No local funciona a Secretaria Provincial Executiva da Organização Nacional dos Professores (ONP), além disso, naquele estabelecimento vivem os docentes e os estudantes universitários vindos de diversos pontos do país. No interior do edifício, notam-se charcos de águas estagnadas, e as chapas que cobrem o imóvel estão totalmente danificadas.

A situação, que é um atentado à saúde pública, está a criar desconforto para os moradores devido ao cheiro nauseabundo. Alguns residentes interpelados pela nossa equipa de reportagem disseram que vivem naquele ambiente há mais de dois anos.

André Jana, secretário Provincial Executivo da ONP em Nampula, reconheceu a situação tendo garantido que está em curso um trabalho com vista a pôr fim aquela realidade. Aquele responsável assegurou que mais de 270 mil meticais serão aplicados para o projecto de reabilitação do edifício, bem como a compra de novas chapas de zinco.

Refira-se que o valor é proveniente do pagamento dos 43 quartos que o imóvel contempla, sendo que a cada compartimento é cobrado o valor de 700 meticais, e da contribuição mensal de 100 meticais referente ao cartão de membro.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom