Empresário chinês espanca jovem por se expressar em dialecto em Nampula
Destaques - Nacional
Escrito por Redação Centro/ Norte  
Quarta, 22 Outubro 2014 13:18
Share/Save/Bookmark

Um cidadão de nacionalidade chinesa, identificado pelo nome de Zwz qin Yang, vai ser ouvido, esta quinta-feira (24), na primeira Esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula, por ter espancado o cidadão moçambicano António Amândio, de 18 anos de idade, vendedor ambulante de telemóveis, por este ter-se expressado na língua emacua na via pública.

O caso ocorreu na manhã desta quarta-feira (23) nas imediações de uma operadora de telefonia móvel, ao longo da avenida Paulo Samuel Kamkhomba e foi testemunhado por dezenas de populares que acorreram ao local para se inteirar do que estria a passar.

Proprietário da XI de Yang, um complexo comercial, sedeado na cidade de Nampula, o chinês estava a circular nas proximidades do local, acompanhado da sua esposa, aparentemente mal trajada, quando se deparou com o grupo de jovens em plena conversa e aos risos.

De acordo com o indiciado, ao se expressarem em língua local e por cima de tudo, no meio de gargalhadas, os jovens estariam a proferir algo errado, facto que o levou a fazer justiça com as suas próprias mão. Entretanto, na Esquadra da PRM da cidade de Nampula, o queixoso recebeu uma notificação para entregar ao suposto agressor e uma guia para se dirigir ao Hospital Central de Nampula onde beneficiou de primeiros socorros, na sequência das fortes lesões, provocados pelo comerciante chinês.

Conforme apurou o @Verdade, o visado deverá prestar as primeiras declarações sobre as motivações que o levaram a praticar aquele tipo de acto, na manhã desta quarta-feira. Refira-se que, em Nampula, são reportados com regularidade, casos de desrespeito aos direitos dos nacionais, por parte de cidadãos estrangeiros, com enfoque para os de origem asiática.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 5
FracoBom