Momade Bashir Sulemane sequestrado em Maputo
Destaques - Nacional
Escrito por Redação  
Quarta, 12 Novembro 2014 15:26
Share/Save/Bookmark

O empresário moçambicano Momade Bashir Sulemane (MBS) foi raptado no princípio da tarde desta quarta-feira (12) na baixa da cidade Maputo, nas imediações de um dos seus estabelecimentos comerciais, o Maputo Shopping Center, localizado ao lado do Gabinete do Primeiro-Ministro de Moçambique e a poucos quarteirões da 1a esquadra da Polícia.

Segundo a Agência de Informação de Moçambique, o rapto ocorreu no recinto do Maputo Shopping Centre e envolveu três indivíduos de raça negra munidos de duas armas de fogo do tipo AKM e que conduziam uma viatura de marca Toyota Prado?, disse, para de seguida acrescentar que ?não foi possível tirar a chapa de matrícula e os raptores fugiram em direcção a avenida da marginal?. Entretanto uma testemunha ocular, que presenciou o evento, conta uma versão ligeiramente diferente.

Em declarações à imprensa que acorreu ao local, a testemunha disse que o grupo de raptores era composto por quatro indivíduos, dos quais ?três de origem asiática e um de raça negra?. Prosseguindo, a mesma fonte disse que os raptores chegaram ao local no período da manhã, onde ficaram a aguardar por uma melhor oportunidade para sequestrar a sua vítima. Aliás, como forma de tentar desviar as atenções e fazer tempo, aproveitaram a longa espera para mandar lavar a sua viatura.

MBS, que se auto intitula “empresário de sucesso fruto do meu trabalho desde os nove anos de idade”, é um simpatizante do partido Frelimo e tem participado activamente no financiamento do partido do Governo em Moçambique. Publicamente financiou a campanha de eleição, e também da reeleição, do actual Presidente Armando Guebuza. Este ano participou num jantar de angariação de fundos para a campanha do candidato Presidencial do partido Frelimo, Filipe Nyusi.

O empresário, de 56 anos, foi classificado pelo Governo norte-americano como um "barão da droga", em 2010, tendo o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos congelado todos os bens que possuía neste país e proibido empresas norte-americanas de manterem relações comerciais com o Grupo MBS Lda, que detém o Maputo Shopping Centre, entre outras acções. Os Estados Unidos acusaram o empresário de importar droga da Índia e do leste da Ásia, transitando por Moçambique, com destino à Europa.

Comentários   

 
0 #1 bernardo fernando 12-11-2014 21:18
Acho que moçambique é um país mais seguro para se roubar e sequestrar pessoas. Há boa segurança para os ladrões.
Citar
 
 
0 #2 momade 14-11-2014 12:20
Deve se procurar a veracidade,na relacao mo'cano e asiatico,nao brinkm com muculmanos
Citar
 
 
0 #3 Zandamela Mithuli 25-11-2014 09:37
Futseka mumpfanas, essi munhé ista escundido, ouvi dizer que os brancos da joburg, Intrepol esta a cassar o gaju. Esta vos mentir essi munhé, bandito essi gaju. Essi gaju e um traficanti, futseka munhés.
Citar
 
 
0 #4 Pereira Chonguiça 25-11-2014 09:52
Ah familia! Esse macua tem razao, essi monhé tá escondido em qualquer burraco, tá lixado o gaju com os brancus, hei djo!, os mulungos não gostam de munhés traficantis, xi eu estava preso na john, com um munhé, os police batiam todos dias o gaju, diziam : son of the beach! drug dealer! Essis munhés, é vida deles esse, quando vé um bom caro, vucé ja sabe o gaju vendi mandaxi ou hachichi. É vida deles esse! No tempo do camarrada machel, essis munhés andavam todus na linha, sgora com guibusa, istu esta tudo funex, de pernas no ar. Essis munhés, todus macuas, estau estragar nossus filhus com esses cumprimidus, que vucé chupa, fica cuntente, vucé fala com todus, como esti cumprimidu faz isto? É como o jam, como eli entra na lata, si ela ista fichada?
Citar
 
 
0 #5 Ahmed 25-11-2014 09:57
Vocês os dois, só sabem difamar as pessoas. Esse senhor Bachir, é um grande empresário, pessoa de bem e de familia. Um trabalhador exigente, agora difamar de traficante, isso não. Brincadeira tem horas.
Citar
 
 
0 #6 Rui Bau Ban 25-11-2014 10:05
Oh ahmed, munhé difendi munhé, a merda é ingual, o cheirro é diferrente. Barrack Ubama diz wue o gaju é um traficanti, ja purquê o bashir nau vai de ferias na america, se o gaju é inucenti, como vuce diz? Futseka ahmed, vuce esta difender pra ficar bem visto, com familia dele, vuce é um lambibotas. Vuce tambeim vendi capulana? Comu eu tambeim vendu e nau ficu ricu pra terr 20 lojas? Futseka ahmed, cufamba teka mackenzie.
Citar
 
 
0 #7 Rui Bau Ban 25-11-2014 10:12
Essis munhes sau traficantis, outros deixa barba deles grandi, é tudo pra esconder o negociu deli. Conhecu bem essis malandrus, boas carrus com boas cazas, 6 emprigadus, tudos traficantis essis tipus. Em maputu esta muitus delis.
Citar
 
 
0 #8 Rui Oliveira 25-11-2014 10:21
Ahmed va-se lixar, estes indianos estragaram a nossa terra ( Moçambique ), com essa porcaria dad droga, os nossos filhos andam nessa porcaria, enquanto estes F.D.P estão a enriquecer, um dia vamos crir um 7 de setembro, todos monhés, rua daqui! 20/24 horas! Já não falta muito. Malditos monhés, futseka! Antigamente os monhés mandavam na city, agora nós os pretos mandamos na city, os munhés nem a boca abrem com medo, os tempos mudaram.
Citar
 
 
0 #9 Padilha 25-11-2014 10:27
A esses monhes é vida deles essa, contam-se com os dedos das mão os honestos, o resto é farinha do mesmo saco. Tem muita jente que faz de serio, e por tras andam nesses negocios.
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 37
FracoBom