Genro espanca sogra e foge em Mocuba
Destaques - Nacional
Escrito por Cristóvão Bolacha  
Quarta, 12 Agosto 2015 09:25
Share/Save/Bookmark

Uma cidadã identificada pelo nome de Carminha Pareceu, de 44 anos de idade, foi espancada pelo próprio genro, ora a monte, no último sábado (08), no bairro do Aeroporto, na cidade de Mocuba, província da Zambézia, alegadamente porque não deu banho ao neto.

A vítima está fora de perigo mas foi brutalmente agredida e relatou que não é pela primeira vez que é submetida a tais sevícias. Por várias vezes, o agressor, identificado pelo nome de Donié, foi intimado pelas autoridades policias mas nunca compareceu e nada lhe aconteceu. Certa vez, a vítima fracturou uma das pernas e no caso recente não aconteceu o pior graças à intervenção dos vizinhos.

Segundo a família, as relações entre o genro e a sogra azedaram quando aquele se juntou à filha desta e da relação, marcada por cenas de pancadaria, nasceram dois filhos. A esposa do acusado fugiu para Maputo e instalou-se na residência do irmão, que reponde pelo nome de Felizardo Pareceu, o qual constantemente denunciava à Polícia os maus-tratos a que a sua parente era submetida.

Cansada de ser maltratada, a mulher de Donié optou pela separação. Entretanto, devido à ligação que existe o agressor e a sua mulher, aquele ainda frequenta a casa da progenitora desta e sempre arranja confusão.

“Sempre que chega à minha casa e encontra-me sozinha a tendência é de me bater sem motivos. Numa dessas vezes que ele me espancou cheguei de fracturar a perna esquerda. Para ele, eu e minha filha somos tapete que pisa quando lhe apetece”, lamentou Carminha.

O filho da senhora meteu uma queixa ao Gabinete de Atendimento à Mulher e Criança Vítimas de Violência Doméstica, mas nada foi feito ainda porque o indiciado está em parte incerta.

“Cansei-me da forma como ele trata a sogra. Espanca a ela como se fosse a sua esposa. Por exemplo, no sábado (08), ele bateu nela alegadamente porque o filho não tinha tomado banho. Espero que as autoridades consigam resolver esse caso”, disse Felizardo.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom