Jornalista Amade Abubacar detido ilegalmente em Cabo Delgado é acusado de violação de segredo de Estado
Destaques - Nacional
Escrito por Adérito Caldeira  
Quarta, 10 Abril 2019 22:29
Share/Save/Bookmark

O jornalista Amade Abubacar, detido ilegalmente há 95 dias na Província de Cabo Delgado, é acusado de violação de segredo de Estado e “aliciava jovens a difundir informações, e exibia alguns órgãos de corpos das vítimas dos ataques perpetrados por grupos criminosos”.

Detido a 5 de Janeiro enquanto entrevistava e fotografava populares que chegavam à vila de Macomia, à procura de refúgio na sequência dos ataques perpetrados por grupos armados que desde Outubro de 2017 registam-se na Província de Cabo Delgado, Abubacar é acusado pela Ministério Público “do crime de violação do segredo do Estado por meios informáticos e instigação pública”.

De acordo com a Informação que a Procuradora-Geral da República (PGR) vai prestar brevemente na Assembleia da República, e que o @Verdade teve acesso, o jornalista “foi surpreendido a tirar fotografias às Forças de Defesa e Segurança de Moçambique, sem autorização, com o objectivo de publica-las em uma conta fictícia de uma rede social”.

“Com recurso a esta conta, aliciava jovens a difundir informações, e exibia alguns órgãos de corpos das vítimas dos ataques perpetrados por grupos criminosos, que têm criado pânico na Província de Cabo Delgado”, informará Beatriz Buchili aos deputados.

Amade Abubacar que esteve inicialmente detido num quartel militar em Mueda e posteriormente foi transferido para a cadeia de Mieze, no distrito de Metuge, completa 95 dias em “prisão preventiva” segundo a guardiã da legalidade, embora o prazo máximo de detenção preventiva em Moçambique seja de 90 dias.

O jornalista, de acordo com o Processo nº 66/02/P/2019 da PGR, “foi encontrado com uma lista de nomes de jovens que se presume terem-se juntado aos criminosos no Distrito de Macomia”.

Ainda no mesmo Processo, autuado a 27 de Março de 2019 e em instrução preparatória, está também detido preventivamente um segundo jornalista, trata-se de Germano Daniel Adriano da Rádio e Televisão de Macomia.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom