Cristãos protestantes ultrapassam os católicos em Moçambique
Destaques - Nacional
Escrito por Redação  
Quinta, 02 Maio 2019 07:26
Share/Save/Bookmark

Há pouco mais de 4 meses da visita do Papa Francisco a Moçambique o IV Recenseamento Geral da População e Habitação revelou que são cada vez menos os moçambicanos que professam a religião católica com menos 1,4 milhão de fiéis do que as igrejas protestantes.

Os resultados definitivos do Censo de 2017 indicam que a maioria do moçambicanos, 59,8 por cento, continuam a ser cristãos. No entanto os fiéis das igrejas protestantes são bem mais do que aqueles que frequentam as igrejas católicas.

Instituto Nacional de Estatística

Em 2007 existiam 5.748.176 católicos que aumentaram para 7.313.576 em 2017. Os protestantes eram 5.615.446 e agora são 8.781.534, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Entre os protestantes aumentou significativamente o número de fiéis das igrejas evangélicas e pentecostal que teve mais 1.926.891 moçambicanos, enquanto os católicos aumentaram 1,5 milhão.

Esta perda de perda de fiéis é uma desafio para a Igreja Católica, que depois dos anos de partido único aparenta estar a recuperar a sua presença em Moçambique. Em Setembro o seu líder máximo, o Papa Francisco, vai visitar o nosso país.

O INE indica ainda que os moçambicanos que professam a religião islâmica aumentaram de 3,6 milhões para pouco mais de 5 milhões de fiéis.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom