Cidadão está preso por posse órgãos humanos em Mocuba
Destaques - Newsflash
Escrito por Cristóvão Bolacha  
Segunda, 22 Setembro 2014 16:12
Share/Save/Bookmark

Um cidadão identificado pelo nome de Assane José, de 22 anos de idade, está, desde a tarde do último sábado (20), a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM) na cidade de Mocuba, na província da Zambézia, por ter sido encontrado na posse de órgãos humanos: dois pulmões, dois rins, um coração, um baço e um fígado em estado de putrefacção.

Segundo Filipe Gulete, comandante distrital da PRM em Mocuba, o suposto assassino e traficante de órgãos humanos foi detido graças a uma denúncia de populares. Estes estranharam o comportamento do individuo quando transportava os órgãos em causa, que exalavam um cheiro nauseabundo, para um estabelecimento comercial pertencente ao suposto comprador identificado pelo nome de Vasco José, de 24 anos de idade, o qual está também encarcerado.

A Polícia contou que, na altura em que se fez ao local onde decorria o negócio, Assane José tentou pôr-se em fuga, tendo sido baleado na perna direita. Ele está internado no Hospital Rural de Mocuba. A corporação disse que a sua suspeita é de que os órgãos humanos em alusão seriam usados em actos de superstição.

Os exames médicos confirmaram passavam entre quatro e sete dias após a retirada dos referidos órgãos da vítima que ainda não foi identificada, por sinal um adolescente cuja identidade também não foi apurada.

Por seu turno, o Assane José confessou o crime e avançou que pulmões, os rins, o coração, o baço e o fígado estavam destinados à venda por 25 mil meticais.

Comentários   

 
0 #1 nelo 23-09-2014 16:52
Esse assassino merece pena de morte...no mercy
Citar
 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Terça, 23 Setembro 2014 10:39
 
Avaliação: / 4
FracoBom