Malfeitores semeiam terror na Maganja da Costa
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação Centro/ Norte  
Terça, 04 Novembro 2014 15:06
Share/Save/Bookmark

A onda de criminalidade que se regista no distrito da Maganja da Costa, província da Zambézia, está a gerar medo e insegurança no seio da população. Em menos de três meses mais de quatro corpos foram encontrados na via pública. A primeira vítima foi uma cidadã cujo nome e local de residência não apurámos, e que se dedicava à venda de comida num dos mercados locais. O cadáver foi achado no aeródromo.

Volvidas sensivelmente duas semanas, duas anciãs foram assassinadas supostamente por prática de feitiçaria. A 30 de Outubro passado, mais um corpo foi encontrado nas cercanias das instalações do Conselho Municipal da Maganja da Costa.

Alguns moradores acusam as autoridades de serem permissivos na medida que não fazem nada para conter a criminalidade. Damião Francisco, habitante do bairro de Muediua, disse que além de agressões físicas contra cidadãos indefesos, há registo de assaltos a residências.

A população disse que já tentou, por várias vezes, denunciar o caso à Polícia mas a resposta não tem sido satisfatória; por isso, suspeita-se de que os agentes da Lei e Ordem são coniventes com a os malfeitores.

Para sustentar a sua tese, a população contou que há mais de três semanas um cidadão sofreu um assalto na sua casa, perdeu alguns bens e os larápios puseram-se em fuga. As pessoas foram identificadas e levadas à corporação mas foram restituídas à liberdade e alegou-se que evadiram.

O comandante distrital da Polícia da República de Moçambique (PRM) na Maganja da Costa, Osório Fabula, reconheceu a falta de resposta a alguns casos reportados pelos moradores mas garantiu que está a trabalhar com vista a esclarecer os problemas.

Relativamente à morte de duas anciãs naquele ponto do país, o Osório disse que se provou que as vítimas foram mortas pelos seus parentes que lhes acusavam de bruxaria.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Terça, 04 Novembro 2014 15:49
 
Avaliação: / 1
FracoBom