Assédio sexual origina demissão de uma agente de segurança em Nampula
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação Nampula  
Quarta, 12 Novembro 2014 10:12
Share/Save/Bookmark

Uma agente de segurança privada, identificada pelo nome de Alice Pedro, de 26 anos de idade, residente no bairro de Muatala, em Nampula, acaba de ser despedida do seu posto de trabalho, alegadamente, por se ter recusado a manter relações sexuais com os seus responsáveis hierárquicos.

Alice Pedro era a única mulher vigilante, há mais de 20 meses na empresa Agecose, e viu os seus direitos laborais relegados para o último plano, sem qualquer possibilidade de indemnização. Em declarações ao @Verdade, a visada disse ter sido forçada a manter relações sexuais com o delegado e o respectivo comandante, como forma de garantir o seu emprego naquela empresa de segurança.

A nossa fonte diz ter denunciado o caso às entidades competentes antes do seu despedimento da empresa, mas que, entretanto, não tomaram qualquer providência. Para a nossa entrevistada, o mais caricato ainda é o facto de a empresa não ter efectuado o pagamento dos salários, referentes a seis meses em atraso.

Reagindo ao assunto, Betchan Abílio Cortez, delegado da agência de segurança “Agecose”, na cidade de Nampula, negou qualquer envolvimento na tentativa de assédio sexual com a visada. Betchan afirmou que a jovem teria demonstrado incapacidade na execução das actividades a que lhe eram incumbidas, o que comprometia o normal funcionamento daquela instituição.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quarta, 12 Novembro 2014 16:34
 
Avaliação: / 0
FracoBom