26 cidadãos estrangeiros impedidos de permanecerem em Moçambique
Destaques - Newsflash
Escrito por Intasse Sitoe  
Terça, 30 Junho 2015 07:32
Share/Save/Bookmark

Durante a semana finda, considerada tranquila pela Polícia da República de Moçambique (PRM) no que diz respeito à criminalidade, 26 cidadãos de diferentes nacionalidades foram impedidos de entrarem e permanecer no país devido à falta de vistos de entrada, posse de passaportes com vistos falsos, não indicação dos objectivos de sua vinda a Moçambique, local de hospedagem e meios de subsistência.

Trata-se de 12 bengalis, nove somalis, dois etíopes, igual número de nigerianos e um zambiano, segundo Orlando Mudumane, porta-voz do comando da PRM, a nível da cidade de Maputo, que falava no habitual briefing à Imprensa na segunda-feira (29).

Os visados foram presos no Aeroporto Internacional de Mavalane e mantido uma subunidade policial mas dias depois foram repatriados.

Na mesma semana, os agentes da Lei e Ordem, detiveram 64 indivíduos indiciados de prática de vários crimes, tais como contra a propriedade, pessoas e perturbação da ordem e tranquilidade públicas.

Mudumane explicou que a semana foi calma, porém, a Polícia continua a trabalhar no sentido de manter este ambiente ordeiro e, quiçá, diminuir cada vez mais os delitos que apoquentam a sociedade.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom