Fumo “sem muito fogo” gera pânico num edifício em construção em Maputo
Destaques - Newsflash
Escrito por Intasse Sitoe  
Sexta, 03 Julho 2015 09:03
Share/Save/Bookmark

Um incêndio de pequenas proporções deflagrou nas obras de construção de um hotel de cinco estrelas, na manhã de quinta-feira (02), na Avenida Marginal, em Maputo, por razões ainda desconhecidas, mas não houve vítimas humanas.

Na verdade não se viu nenhuma chama, mas, sim, um fumo bastante negro que se erguia de uma das torres do empreendimento. A situação deu-se pouco antes da 11h00 e durou cerca 45 minutos. Os prejuízos estão por calcular e os trabalhadores presumem que o fogo foi originado pelas faíscas durante a soldadura, tese também apontada por David Cumbane, porta-voz do Serviço Nacional de Salvação Pública (SENSAP), ao @Verdade.

O incêndio ocorreu no quarto andar do projecto, onde estavam armazenados diversos materiais de construção, entre os quais, cartolinas e caixas, segundo a fonte, que acrescentou que ainda são escassas as informações em torno do acidente.

“O fogo foi controlado a tempo” devido à rapidez com que os trabalhadores comunicaram ao SENSAP sobre a ocorrência. Criou-se pânico porque a rede de protecção montada na obra queimou por completo, com facilidade, disse Cumbane, apelando à sociedade para que contacte sempre os bombeiros em caso de quaisquer incidentes, através do número 82198.

A obra em alusão, que prevê a edificação de 290 quartos e duas suites presidenciais, entre outros compartimentos, foi adjudicada à construtora chinesa Anhui Foreign Economic Construction (AFECC), a mesma que ergueu a sede da Presidência da República de Moçambique, o Estádio Nacional do Zimpeto e o Aeroporto Internacional de Maputo, por exemplo.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sexta, 03 Julho 2015 09:41
 
Avaliação: / 0
FracoBom