Professor detido por assassinar a namorada em Maputo
Destaques - Newsflash
Escrito por Intasse Sitoe  
Terça, 07 Julho 2015 08:44
Share/Save/Bookmark

Um cidadão cujo nome não nos foi revelado pelas autoridades, de 33 anos de idade, docente do ensino primário e estudante universitário, encontra-se privado de liberdade na 18ª esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM), acusado de assassinar a sua namorada, na última sexta-feira (03), no bairro de Chamanculo “C”, na capital moçambicana.

O caso deu-se na madrugada daquele dia. A vítima, uma jovem de 23 anos de idade, espancada até à morte pelo namorado, respondia pelo nome de Elsa e residia no distrito de Matutuine, na província de Maputo, segundo revelou Orlando Mudumane, porta-voz do Comando da PRM em Maputo, à Imprensa, na segunda-feira (06).

O agente da Lei e Ordem explicou ainda que depois de consumar o acto, o indiciado fugiu depois de arrastar o cadáver da casa onde se encontrava com a sua parceira e abandonou-o na via pública.

Mudumane não avançou mais dados sobre o caso. Enquanto isso, na semana passada, a Polícia interditou a entrada a Moçambique de 24 cidadãos de nacionalidade estrangeira por porte de passaportes com vistos falsos. No mesmo período repatriou 14 estrangeiros, sendo oito etíopes e seis bengalis.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom