Dez detidos por captura ilegal de lagosta e camarão em Cabo Delgado e Sofala
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  
Terça, 09 Janeiro 2018 06:53
Share/Save/Bookmark

Dez cidadãos, dos quais cinco de nacionalidade estrangeira, encontram detidos nas províncias de Cabo Delgado e Sofala, acusados de pesca ilegal de lagosta e camarão numa área protegida e em período de defeso.

Os cinco cidadãos estrangeiros a contas com as autoridades policiais moçambicanas foram detidos no distrito de Macomia, província de Cabo Delgado, acusados de pesca ilegal de lagostas no Parque Nacional da Quirimbas.

Dos visados, dois caíram nas mãos das autoridades no posto administrativo de Mucoche, apontados pelos comparsas, segundo a Polícia da República de Moçambique (PRM).

Os indiciados apresentavam algumas licenças caducadas e outras fora do prazo. O Parque Nacional da Quirimbas é uma área de conservação cujas principais espécies protegidas incluem grandes mamíferos, tanto terrestres, como marinhos, como o elefante e o dugongo.

Já na cidade da Beira, província de Sofala, cinco moçambicanos, dos quais um agente da PRM, encontram detidos na cidade da Beira, acusados de pesca de camarão em período de defeso e corte de mangais.

Segundo a Polícia, os indiciados foram surpreendidos na posse de aproximadamente 100 quilos de camarão, 50 redes nocivas à pesca por apresentarem dimensões anormais, 20 canoas que eram alegadamente usadas para a actividade considerada ilícita, uma viatura e duas carrinhas de tracção animal.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quarta, 10 Janeiro 2018 21:52
 
Avaliação: / 0
FracoBom