Briga entre jovens acaba em morte na Matola
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  
Quarta, 31 Janeiro 2018 21:24
Share/Save/Bookmark

Um cidadão de 24 anos de idade morreu vítima de golpes efectuados com recurso a uma garrafa partida por um indivíduo que já está a contas com as autoridades policiais, indiciado de ser o autor do homicídio, na semana passada, no município da Matola, província de Maputo.

O crime ocorreu no bairro da Liberdade, quando o malogrado e o acusado mediam forças por razões que o @Verdade não apurou.

O finado respondia pelo nome de Joel João, de 24 anos de idade, carpinteiro de profissão, enquanto o suposto agressor é um cobrador de transporte semi-colectivo de passageiros, vulgo “chapa”.

Segundo os familiares do malogrado, este saiu de casa na noite de sábado (27), na companhia de alguns amigos para uma diversão algures na Matola mas não regressou com vida.

Horas mais tarde, os parentes viriam a saber Joel João foi morto numa barraca, na Liberdade, quando supostamente tentava acudir os amigos que se batiam por motivos não revelados. Ele foi agredido fisicamente e atingido com vários golpes de garrafa no pescoço. Tentativas de socorrê-lo para o hospital redundaram em fracasso.

O indiciado, de 30 anos de idade, ora detido na 9a. esquadra da República de Moçambique (PRM), no bairro da Tsalala, negou ter sido ele o autor dos golpes que tiram a vida do seu adversário.

Ele alegou que não sabia como é que o jovem morreu, mas confirmou que houve luta. O indiciado disse ainda que nunca matou. Contudo, não soube explicar à Polícia por que motivo estava ensanguentado e tinha vários ferimentos nas mãos, aparentemente causados por uma arma branca.

De acordo com Fernando Manhiça, porta-voz da PRM, na Matola, no momento do homicídio, o suspeito estava na companhia de um indivíduo a morte. Porém, a corporação já está no encalço do mesmo.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quinta, 01 Fevereiro 2018 12:27
 
Avaliação: / 0
FracoBom