Perto de 4 mil estrangeiros ilegais foram repatriados de Moçambique
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  
Quinta, 08 Fevereiro 2018 07:05
Share/Save/Bookmark

As autoridade moçambicanas detiveram e repatriaram 3.972 cidadãos estrangeiros em situação migratória ilegal no país durante o ano de 2017, a maioria de nacionalidade malawiana e zimbabweana.

Um balanço do Serviço Nacional de Migração (SENAMI), divulgado na semana passada, indica que o número de cidadãos ilegais por imigração clandestina, permanência ilegal, falta de meios de subsistência e falsificação de passaporte aumentou em 46 por cento, comparativamente ao ano de 2016.

Grande parte dos migrantes ilegais tinha as nacionalidades malawiana, 871 indivíduos, zimbabweana, 714 cidadãos, e tanzaniana, 322 pessoas.

De acordo com o SENAMI estes cidadão foram localizados principalmente nas províncias de Cabo Delgado, 2.104 cidadãos, e Tete, 1.088 indivíduos.

O repatriamento destes ilegais custou ao erário mais de 13 milhões de meticais.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom