Condutor detido por provocar acidente de viação que causou 26 feridos em Maputo
Destaques - Newsflash
Escrito por Emildo Sambo  
Quinta, 05 Abril 2018 07:40
Share/Save/Bookmark

Um automobilista identificado pelo nome de Pedro Raimundo encontra-se a contas com as autoridades da unidade policial que funciona no Hospital Geral José Macamo (HGJM), indiciado de causar um sinistro rodoviário que podia ter custado a vida de 26 pessoas que escaparam com ferimento graves e ligeiros, na manhã de quarta-feira (04), no distrito de Marracuene, província de Maputo.

Quando o @Verdade chegou ao local, as vítimas já tinham sido socorridas para aquela unidade sanitária, mas vários mirones ainda comentavam o que acabava de suceder.

Contudo, testemunhas relataram que o acidente aconteceu por volta das 05h00, na localidade de em Michafutene e foi causado por um minibus que embateu violentamente contra um camião que estava imobilizado na berma da estrada.

Mateus Inguane, uma das pessoas que acompanharam a desgraça, disse nos que Pedro Raimundo ensaiou uma ultrapassagem irregular a um outro transporte de passageiros que seguia na mesma direcção. “Ele podia ter evitado o acidente e eu não sei se a intenção era conseguir mais passageiros em alguma paragem à frente (...)”.

Durante a colisão e perante a agonia dos passageiros, o condutor não conseguiu controlar o volante, tendo, de seguida, chocado contra uma carinha de caixa aberta, vulgo “my love”, que estava igualmente imobilizada a desembarcar passageiros. A viatura seguia o sentido bairro Mali/cidade de Maputo, contou outro cidadão, que se identificou pelo nome de Herculano João.

O sinistro, resultante de uma tentativa de ultrapassagem irregular, aliada ao excesso de velocidade, deu-se na Estrada Nacional número 1 (EN1), perto da Academia de Ciências Policiais (ACIPOL).

O embate foi de tal sorte violento que o minibus que fazia o trajecto Xipamanine/Manhiça galgou separador central daquela via, derrapou até a faixa contrária, em seguida retornou à faixa inicial e acabou no muro alheio.

Os 26 ferimentos foram socorridos para o HGJM, de onde pelo menos 19 foram transferidos para o Hospital Central de Maputo (HCM) porque o seu estado de saúde aspirava cuidados redobrados.

Dos 19 doente, dois encontram-se em estado critico na sala de reanimação, enquanto três estavam em avaliação até ao fecho desta edição. Porém, tudo indicava que seriam submetidos à cirurgia.

O @Verdade apurou da Polícia da República de Moçambique (PRM) afecta ao HGJM que os condutores do camião e do “my love” foram intimados para prestarem depoimentos com vista ao esclarecimento do caso.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sábado, 07 Abril 2018 16:51
 
Avaliação: / 0
FracoBom