Dólares falsos levam tio e sobrinho às celas na Matola
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  
Quarta, 18 Abril 2018 07:53
Share/Save/Bookmark

Dois indivíduos, por sinal tio e sobrinho, encontram-se a contas com as autoridades policiais, desde a semana finda, no município da Matola, acusados de envolvimento na falsificação da moeda estrangeiro. Em sua posse foram encontrados e confiscados mil dólares, que os indiciados alegam pertencerem a um cidadão nigeriano cujo paradeiro é desconhecido.

Os visados foram encarcerados na 9a. esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM) no bairro de Tsalala.

E. Brites, tio do cidadão com o qual está encarcerado, contou que compra roupa da África do Sul para revender e foi nessas circunstâncias que um nigeriano disse que tinha em dólares para lhe entregar no sentido de converter em metical. Em contrapartida teria uma comissão de quinhentos meticais.

Ele não explicou claramente por que razão se meteu nesse assunto mas disse que, após receber o valor para a operação combinada, de repente, apercebeu-se da presença de agentes da Polícia na casa Polícia e foi recolhidos aos calabouços.

Questionado se conhecia o dono do dinheiro, o cidadão afirmou que sim e sabia em que local vendia, na cidade de Maputo.

Entretanto, Eugénio mostrou-se agastado com o facto de a corporação não ter se dignado a ir atrás do referido nigeriano, conforme a promessa aquando da sua prisão, para que o caso fosse esclarecido.

J. Salomão disse que está implicado na falsificação da moeda estrangeira por ter se prontificado a ajudar o seu tio que pretendia trocar dólares, sem saber que eram falsos.

O jovem declarou ainda que antes da sua prisão trocou 300 dólares em duas ocasiões diferentes, na mesma pessoa que a terceira vez chamou a Polícia.

Segundo ele, se tivesse conhecimento de que o referido dinheiro era falso não teria retornado ao local para cambiar.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quarta, 18 Abril 2018 07:57
 
Avaliação: / 1
FracoBom