Oito pessoas detidas por recenseamento fraudulento em Maputo
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  
Quarta, 09 Maio 2018 08:09
Share/Save/Bookmark

A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Maputo deteve pelo menos oito indivíduos acusados de proceder ao recenseamento eleitoral com recurso a documentos e testemunhas falsos.

Orlando Modumane, porta-voz do Comando da PRM capital do país, disse que as detenções aconteceram entre 30 de Abril último e 06 de Maio em curso.

“Dois indivíduos foram detidos na Escola Primária de Maxaquene “B”. Eles apresentaram o mesmo bilhete de identidade, mas a diferença era apenas da fotografia”.

Os outros cinco indivíduos, encaminhados à primeira esquadra, sita na baixa da cidade de Maputo, são oriundos da província de Zambézia.

Segundo Orlando Modumane, os visados, sem documentos de identificação, alegaram que se deslocaram à capital do país para se recensearem e arranjaram testemunhas que também não tinham documentos.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom