Homem mata-se após malfeitores furtarem na empresa onde trabalhava no Niassa
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  
Quarta, 06 Junho 2018 08:06
Share/Save/Bookmark

Um homem de 58 anos de idade tirou a própria vida, na semana finda, na província do Niassa, depois de se aperceber de que a empresa na qual estava afecto tinha sido assaltada por indivíduos desconhecidos.

Trata-se de um agente de segurança privada, afecto à Electricidade de Moçambique (EDM), no distrito de Mandimba.

Pessoas que até ao fecho desta edição ainda não tinham sido identificadas furtaram material informático e outros bens num escritório daquela firma do Estado, tendo causado um prejuízo de pelo menos 270 mil meticais. Para lograrem os seus planos, os supostos malfeitores aproveitaram-se a ausência do segurança suicida, segundo a Polícia da República de Moçambique (PRM).

Assustado com o desaparecimento dos bens e sem saber como justificar tal situação, o homem não conteve o medo e com recurso a uma corda envolto ao próprio pescoço tirou a sua vida.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom