Gerais 2019: PRM reafirma protecção às manobras do STAE e da Frelimo
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  
Quinta, 30 Maio 2019 07:20
Share/Save/Bookmark

O Comandante-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Bernardino Rafael, reafirmou nesta quarta-feira (29), que vai continuar a proteger as irregularidades e ilegalidades que o Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE) e o partido Frelimo perpetrarem nas Eleições Presidenciais, Legislativas e Provincias de Outubro próximo.

“Temos que garantir eleições, mesmo com mau tempo, chuva, trovoada, temperatura baixa, fazermos de tudo para que, no nosso país, a população vote no dia 15 de Outubro, sem alteração da segurança e ordem públicas”, anunciou Bernardino Rafael em Nampula.

O Comandante-Geral da PRM avisou ainda que a corporação que dirige vai acorrer para acudir a qualquer posto de votação numa eventual situação de alteração da segurança pública.

Historicamente as forças policiais tem protegido, e até participado, as irregularidades e ilegalidades efectuadas pelos órgãos eleitorais em evidente benefício do partido Frelimo. A “alteração da segurança e ordem públicas” é, na óptica da PRM, habitualmente causada pelos partidos de oposição e pelos cidadãos que tentam proteger os seus votos enquanto aguardam a divulgação da contagem preliminar que acontece em cada assembleia de votação.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quinta, 30 Maio 2019 07:55
 
Avaliação: / 3
FracoBom