Zona de convergência inter tropical origina cheias em Pemba
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  
Sexta, 27 Dezembro 2019 11:48
Share/Save/Bookmark

Foto da DGRHOs bairros suburbanos da Cidade de Pemba estão submersos devido a forte chuva e ventos que desde esta quinta-feira assolam a capital da Província de Cabo Delgado como resultado da influência de um sistema de baixa pressão associado a zona de convergência inter tropical que deverá originar ainda mais precipitação. Centenas de casas ficaram danificadas e há muitas famílias desalojadas.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) registou 129,6 milímetros de chuva nas últimas 24 horas e ventos com 110 quilómetros/hora na Cidade de Pemba que deixaram inundados todos os bairros danificando pelo menos meio milhar habitações e deixando esta região do Norte de Moçambique sem energia eléctrica devido a queda de postes e estragos em linhas de Alta Tensão.

Os bairros mais afectados são os de Cariacó, Eduardo Mondlane e Paquitequete.

As autoridades ainda contabilizam os danos do impacto da chuva e ventos fortes que deverão continuar nesta sexta-feira (27) não só na capital de Cabo Delgado mas também nos distritos de Mocímboa da Praia, Macomia, Quissanga, Metuge, Mecufi, Ancuabe, Chiure, Meluco, Muidumbe, Mueda, Namuno, Balama, Montepue.

Aliás o INAM prevê que as chuvas moderadas a fortes (30 a 50 milímetros em 24 horas) localmente muito fortes (mais de 75 milímetros em 24 horas), que podem ser acompanhadas de trovoadas e ventos fortes sejam sentidas também na Província de Niassa (principalmente nos distritos de Mecula, Marrupa, Maua, Nipepe, Metarica e Cuamba); na Província de Nampula (nos distritos de Erati, Memba, Nacarroa, Nacala, Nacala-a-velha, Monapo, Mussoril, Mongicual, Liupo, Meconta, Angoche, Larde, Moma, Mogovolas, Rapale, Muecate, Mecuburi, Malema, Lalaua, Ribaue, Murupula e cidade de Nampula); e ainda na Província da Zambézia (particularmente nos distritos de Pebane, Gilé, Alto-Molocué, Gurué).

Face às previsões meteorológicas e a situação hidrológica prevalecente a Direcção Nacional de Gestão de Recursos Hídricos prevê-se que nas próximas 72 horas os níveis hidrométrico possam a subir e atingir o alerta nas bacias do Rovuma, Messalo, Montepuêz, Megaruma, Lúrio, Licungo, Mecuburi, Meluli, Monapo e Sanhute.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sexta, 27 Dezembro 2019 12:36
 
Avaliação: / 1
FracoBom