Capital de Moçambique sem água potável
Destaques - Newsflash
Escrito por Redação  
Sábado, 08 Fevereiro 2020 10:11
Share/Save/Bookmark

As cidades de Maputo, Matola e Boane estão sem água potável devido a ruptura de uma das duas condutas de transporte a partir da Estação de Tratamento do Umbelúzi, nas primeiras horas deste sábado (08).

A ruptura da maior conduta adutora de transporte de água para a capital moçambicana deveu-se a queda de um secção da ponte de Campoane, no Conselho Autárquico de Boane.

O @Verdade sabe que a segunda conduta de transporte do precioso líquido da Estação de Tratamento do Umbelúzi está operacional e neste momento a Águas da Região de Maputo, empresa que gere o sistema da capital do país, está a trabalhar para reparar a adutora danificada e num plano de distribuição da pouca água que está disponível.

Em alguns bairros a água ainda chegou a ser distribuída durante a madrugada porém os Centros Distribuidores de Boane, Machava, Tsalala, Chamanculo, Alto Mae, Maxaquene e de Laulane estão praticamente secos.

Esta incidente deixou sem água perto de 1,4 milhões de munícipes que todos os dias consomem os 220 mil metros cúbicos do precioso líquido produzido no Umbelúzi.

Inaugurada pelo Presidente Filipe Nyusi em Novembro passado a Estação de Tratamento de Corumana não é uma alternativa tendo em conta que produz apenas 30 mil metros cúbicos de água.

Em comunicado de imprensa a Águas da Região de Maputo informa que  a reparação deverá demorar 10 dias e que durante esse período a distribuição de água será feira de forma alternada pelos bairros das cidades de Maputo, Matola e Boane.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sábado, 08 Fevereiro 2020 17:53
 
Avaliação: / 2
FracoBom