Mamparra of the Week
Escrito por Luís Nhachote  
Quinta, 11 Setembro 2014 18:26
Share/Save/Bookmark

Meninas e Meninos, Senhoras e Senhores, Avôs e Avós

Os mamparras desta semana são os deputados da Assembleia da República (AR), que nas habituais ‘unanimidades’ que lhes dizem respeito, aprovaram por consenso a lei do acordo de cessar-fogo e do fundo da paz sem contemplaram os mortos civis da crise político-militar que aos políticos beneficiou, até se amnistiarem!

O Presidente da República, Armando Guebuza, depois do rasgado sorriso para a fotografia ao lado do líder da Renamo, Afonso Dhlkama, após a assinatura do tal acordo, mandou uma proposta de lei ao parlamento, para apreciação e aprovação, o que aconteceu...sem que os mortos civis fossem lembrados!?

Não existe um único relato de algum deputado daquela turma dos 250 que tenha questionado antes do ‘consenso’, sobre a não inclusão dos civis mortos e não amnistiados no faustoso bolo derivado da cessação das hostilidades militares.

Os 540 milhões de meticais desse fundo, tão aplaudido pelos nossos 250 ‘estudantes’ da avenida 24 de Julho, não são para contemplar nenhum morto civil em nome de um pretensa PARIDADE.

Que tipo de “representantes do povo” são estes que na hora de facturarem por mais uma “sessão extraordinária”, não se lembram daqueles que até votaram para eles estarem ali naquele imponente edifício?

Que “representantes do povo” são estes que não questionam, nem sequer uma vírgula, a proposta da lei que foi aclamada? Que raio de “representantes do povo” são estes que se esqueçeram de que aqueles mortos civis estavam no cumprimenro da agenda nacional de ‘combate à pobreza’?.

Para que o quadro dessa mamparrice colectiva que traz à supérficie a nossa nudez ficasse completo, a lei foi aprovada pelos ‘representantes do povo’, que a chancelaram sob efusivos e vergonhosos abraços.

O povo, que vota neles, sempre que o solicitem, acabou por ser vítima de uma programada amnésia par(a)lamentar emanada das ordens dos chefes que estiveram a dialogar nos papéis e aos tiros.

Que sinais estarão a emitir os nossos deputados em final de mandato?

Será que eles só nos dão valor quando querem os nossos votos?

Será que nos estão a chamar parvos, patos, tansos e estúpidos e nós não estamos a decifrar a linguagem deles?

Alguém tem que pôr um travão neste tipo de mamparrices.

Mamparras, mamparras, mamparras.

Até para a semana, juizinho e bom fim-de-semana!

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quinta, 11 Setembro 2014 18:39
 
Avaliação: / 6
FracoBom