Mamparra of the Week
Escrito por Luís Nhachote  
Quinta, 18 Setembro 2014 14:58
Share/Save/Bookmark

Meninas e Meninos, Senhoras e Senhores, Avôs e Avós

Os mamparras são os membros da famigerada organização denominada G40, cujos afoitos e destacados membros, em descabidas defesas, não querem que o canditado da Frelimo, Filipe Nyussi, participe num eventual debate público e televisionado com os seus adversários às eleições do próximo dia 15 de Outubro.

O repto para o debate foi lançado por Afonso Dhlkama, líder da Renamo, dias depois da sua aparição pública, oriundo de ‘parte incerta’, e Daviz Simango, seu ex-correligionário e adversário nesta eleição aceitou.

Nyussi ainda não se pronunciou, mas em diversos fóruns activos membros do G40, têm-se manifestado contra esta ideia, deixando transparecer que aquele candidato está a ser carregado ao colo, assim como se fazem com bebés recém-nascidos. Os membros do G40, na vanguarda da defesa, ainda não se aperceberam de que é perigosa para a nação a criação de uma percepção, segundo a qual Filipe Nyusi está a ser carregado ao colo.

Os G40, caso sejam o obstáculo a transpor, devem ‘libertar’ Filipe Jacinto Nyusi, pois este não é nenhuma criança. É maior de cinquenta, e deve ir ao debate com os seus adversários, para que o eleitorado conheça, pelas suas próprias palavras, as ideias que tem para o projecto colectivo de Moçambique.

Os G40, querendo, poderão continuar a exaltar o “líder incontestável de todos nós”, enaltecendo as obras e feitos e, com a amnésia que lhes é peculiar, omitir as “boladas” do “louvado” em nome da “unidade nacional”. O G40 devem tirar Nyusi do colo e deixaram-no andar pelos seus próprios pés.

Que medo é este do G40 de deixar que Nyusi vá a debate público? Todo o mundo sabe e está careca de saber que os G40 são assumidos partidários de Nyusi, mas continua desconhecido o paradeiro do mandato que lhes confere o direito de desencorajar o homem de se expressar, em debate, para aqueles a quem almeja governar.

Será que os G40, com esta defesa injustificável, estão a chamar-nos parvos, patos, tansos e estúpidos e não estamos a decifrar a linguagem deles?

Nunca nos tínhamos debruçado, aqui neste espaço, sobre esta organização, cuja premiação tem sido visível com nomeações em várias esferas da coisa pública e privada, controlada pelo desempenho na defesa do indefensavél.

Aliás, os nossos leitores já os elegeram para o pódio dos xiconhocas, devido às suas ‘performances’ que agora vão ao ponto de carregar Filipe Nyusi ao colo!

Alguém tem que pôr um travão a este tipo de mamparrices.

Mamparras, mamparras, mamparras.

Até para a semana, juizinho e bom fim-de-semana!

Algumas notas

Este país recorda-se de Nyusi quando dirigiu as operações de ataque a Sathunjira na qualidade de Ministro da Defesa. Para além disso, conhecemo-lo como dirigente desportivo e administrador ferroviário. Ao querer ser presidente sem prova oral, Nyusi faz apologia ao bypass!

Paremos com este bypass!

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quinta, 18 Setembro 2014 15:14
 
Avaliação: / 3
FracoBom