Escrito por Observatório do Meio Rural   
Quarta, 19 Junho 2019 21:52

O Observatório do Meio Rural (OMR) encontra-se a realizar uma pesquisa sobre a pobreza no Norte de Cabo Delgado, em particular em áreas de penetração da grande indústria extractiva. Num cenário de forte investimento e presença internacional, de aumento das expectativas, mas também de manutenção da pobreza e de aumento das assimetrias sociais.

 
Escrito por Redação   
Quarta, 19 Junho 2019 00:57

Em Moçambique, segundo dados oficiais, uma criança em cada sete morre no primeiro ano de vida e uma criança em cada cinco morre antes de atingir os cinco anos. Não obstante, a OMS identificou a ocorrência de mortes materno-infantil como um dos problemas mais graves do século XXI no que diz respeito à saúde pública, que afecta diversos países, mas se verifica mais acentuadamente em países em via de desenvolvimento.

 
Escrito por Redação   
Segunda, 17 Junho 2019 22:14

“A estatística não mente, mas em Moçambique há quem a use para manipular a distribuição regional da população em idade de votar nas eleições gerais, provinciais e autárquicas. Este IDeIAS nº 113, da autoria de António Francisco, desvenda o mistério e a surpresa provocada pela alegação do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) que a população da província de Gaza com 18 e mais anos de idade representa 80% da população daquela província. Mostra como através de um número misterioso (986 mil pessoas), introduzido pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) nas projecções provinciais referentes à população de Gaza em 2007, tem deturpado a distribuição regional dos eleitores. O resultado desta breve pesquisa revela a subtileza e dimensão de possíveis manipulações estatísticas, muito mais graves do que os analistas têm percebido, ao investigarem os dados contraditórios dos órgãos de administração eleitoral e em particular do STAE.”

 
Escrito por Redação   
Terça, 11 Junho 2019 21:30

DESDE o início da vida humana sempre foi indispensável viver e conviver em grupos sociais. A existência desses grupos tornou-se e continua, até aos dias actuais, tornando-se possível e permanente mediante a transmissão e aquisição de diferentes aspectos de natureza social nos grupos em que cada um se encontra inserido neles. Esse processo todo torna-se possível graças à comunicação e interacção que os membros mantem permanentemente entre si mesmos. Em outras palavras, em todos grupos sociais existe cultura, que é transmitida de geração para geração mediante um processo chamada educação informal.

 
Escrito por Observatório do Meio Rural   
Quarta, 29 Maio 2019 20:31

A importância da agricultura para o desenvolvimento económico e redução da pobreza nos países pobres é referida em diversos artigos e documentos oficiais. Este sector enfrenta diversos constrangimentos, como: (1) baixa produtividade resultante do pouco uso de insumos agrícolas e tecnologias de mão-de-obra intensiva; (2) dificuldades no acesso aos mercados de insumos, do dinheiro e de comercialização da produção; (3) baixa competitividade agrícola devido à produtividade e condições institucionais (mercados distorcidos e políticas instáveis e, muitas vezes, incoerentes); (4) dependência de importações e ausência de mecanismos de protecção; (5) investimentos em mega projectos que se traduzem em poucos benefícios para os pequenos produtores e famílias; (6) políticas públicas que, além de secundarizarem a agricultura, são instáveis e incoerentes. Diante deste cenário, e consequentemente, o sector não tem correspondido às funções que lhe são atribuídas constitucionalmente, (Mosca, 2015).

Actualizado em Sexta, 31 Maio 2019 07:47
 
Escrito por Redação   
Terça, 14 Maio 2019 07:19

Compatriotas Em nome de um Moçambique sustentável, venho por este canal expôr uma opinião relactiva ao quotidiano do uso de água potável, sustentada por uma publicidade corrente no órgão de difusão RM, da responsabilidade da “Águas da Região de Maputo”, a qual diz que “naõ usar a água da rede para regar jardins, lavar carros, passeios”...!

 
Escrito por Redação   
Terça, 07 Maio 2019 06:41

Sudão e Argélia foram dois países que recentemente tornaram-se notícia a nível internacional pelos protestos pacíficos que depuseram os seus respectivos presidentes nomeadamente Omar Al Bashir e Abdelaziz Bouteflika. Em África, as manifestações e os protestos populares pacíficos contra um determinado governo do dia, uma figura política ou uma decisão do governo não são uma novidade. Na África Austral, num passado não muito distante, registaram-se em países como África do Sul, Zimbabwe, Quénia e Madagáscar manifestações de ordem pacífica.

Actualizado em Terça, 07 Maio 2019 08:32
 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 2 de 43