Xiconhoca
Escrito por Redação  
Sexta, 01 Setembro 2017 09:43
Share/Save/Bookmark

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Governo que não revê isenções dos Mega projectos

O Governo da Frelimo é, sem dúvidas, o mais rídiculo da face da terra. Por alguma carga de água, esse bando de Xiconhocas continua a manter os benefícios fiscais para os mega projectos que operam no país. Durante o ano passado, quase todos os mega projectos não pagaram nenhum metical de Imposto sobre a sua Produção (Royalty) e nem sequer o Imposto Sobre o Valor Acrescentado (IVA), enquanto os moçambicanos são esmagados com impostos e taxas.

Assassinos de mulher e de filha

Tudo indica que a nossa sociedade anda prenhe de Xiconhocas. Um exemplo disso são os dois indivíduos de 30 e 39 anos de idade que se encontram a contas com a Polícia da República de Moçambique (PRM), nas províncias de Maputo e Manica. Um é acusado de pôr termo à vida da sua esposa e de ferir o filho com recurso a uma facada. O outro é indiciado de agredir fisicamente a sua própria até à morte. A atitude de pura convardia desses dos sujeitos mostra o quão doente está a nossa sociedade.

Orlando Quilambo

O Reitor da Universidade Eduardo Mondlane, Orlando Quilambo, é uma vergonha como académico. O Xiconhoca tem estado a subjugar os funcionários daquela que é a mais antiga instituição de Ensino Superior e a maior do País, desde o CTA, Directores de Faculdades, Chefes de Departamentos bem como alguns Estudantes. Julgando-se rei da universidade, Quilambo reuniu-se com todos os Directores das Faculdades a nível da cidade de Maputo, seus Chefes do Departamento assim como alguns representantes do CTA para lhes injuriar, como se dos seus empregados tratasse. Xiconhoca!

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom