Xiconhoca
Escrito por Redação  
Sexta, 08 Setembro 2017 08:10
Share/Save/Bookmark

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Transportes interprovinciais de passageiros

É preocupante as condições lasp timáveis em que se encontram os transportes interprovinciais de passageiros. Na sua maioria, encontram-se em péssimas condições para fazer viagens de londa distância, e sem nunca terem passado por uma revisão. E como resultado disso são os inúmeros acidentes de viação que se registam um pouco por todo o país. É chegada a hora do Governo, através do Ministério dos Transportes e Comunicações, tomar medidas para evitar que mais moçambicanos continuem a ver as suas vidas sacrificadas nas estradas por um bando de indivíduos preocupados com devidendos.

BCI, MOZA, BIM e ABC

Na sua frenética luta pelo lucro fácil, o Banco Comercial e de Investimentos (BCI), o Moza Banco, o Millennium bim e o ABC Bank ajudaram a empurrar o país para o abismo económico, expondo-se, assim, ao escândalo das dívidas ilegais. Aquelas instituições bancárias contraíram 145,2 milhões de dólares norte-americanos em dívidas ilegais e inconstitucionais da Proindicus e da Empresa Moçambicana de Atum (EMATUM), contraídas pelo Governo da Frelimo. Xiconhocas!

Deputados da Frelimo na Comissão Permanente do Parlamento

Não se podia esperar outra coisa dos deputados da Frelimo na Comissão Permanente da Assembleia da República, se não uma atitude contra o bem-estar do povo moçambicano. No auge da sua falta de sentimento para com a situação do povo, os deputados da Frelimo disse não haver inconstitucionalidade na inclusão das dívidas contraídas ilegalmente pelo Governo da Frelimo nas Contas Gerais do Estado. Com esse tipo de deputados, o povo moçambicano não precisa de inimigos.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sexta, 08 Setembro 2017 09:04
 
Avaliação: / 0
FracoBom