Xiconhoca
Escrito por Redação  
Sexta, 30 Março 2018 09:33
Share/Save/Bookmark

Os nossos leitores elegeram os seguintes Xiconhocas na semana finda:

Alexandre Mondjana

O cidadão Alexandre Mondjana, que tirou a vida de 26 jovens no bairro Luís Cabral, é o exemplo acabado de irresponsabilidade no trânsito. O Xiconhoca, que também perdeu a vida no fatídico acidente, deliberadamente decidiu não parar quando encontro um controlo de trânsito, numa atitude típica dos novos endinheirados moçambicanos, que mamam à custa do suor do povo. A imprudência no trânsito por parte de Mondjana mostra também como se comportam os nossos ditos “doutor” que andam em carros de alta cilindrada.

Polícia Municipal de Maputo

A Polícia Municipal de Maputo deve andar sob efeito de alguma substância psicotrópica. Esse bando de Xiconhocas tem estado a protagonizar actos contra os munícipes que deixam muito a desejar nos últimos tempos. Após violentar os vendedores ambulantes, usando cães no mercado de Xiquelene, a Polícia Municipal de Maputo voltou a protagonizar mais um acto ridículo: bloqueou com as suas famosas chamussas a um tchovas. Ou seja, este Xiconhocas estão empenhado em prejudicar o cidadão que ganha a vida de forma honesta.

Presidente do partido Frelimo

O presidente da Frelimo, Filipe Nyusi, deve pensar que os moçambicanos são um bando de ignorantes, à semelhança dos seus “camaradas”. Durante a sessão do Comité Central da Frelimo, Nyusi disse que precisamos de falar com realismo mas, curiosamente, o presidente da Frelimo demonstrou que os seus discursos são cada vez menos realistas, ao afirmar que o desempenho do Governo ao longo dos últimos 3 anos foi positivo, sem no entanto especificar que desempenho positivo foi esse.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom