Pergunta a Tina: sofro de ejaculação retardada
Vida e Lazer - Pergunte a Tina
Escrito por Tina  
Sexta, 11 Maio 2018 07:33
Share/Save/Bookmark

Olá! Tenho 19 anos e sofro de ejaculação retardada. Eu gostaria de saber se este problema tem cura aqui no nosso país.

Ejaculação retardada? É mesmo isso que queres dizer? Demoras muito tempo para chegar ao orgasmo, depois da penetração? É isso? Se sim, é possível resolver esse problema no nosso país.

Muito raramente, a ejaculação retardada pode ter causas orgânicas, como uma infeção da próstata, ou a diabetes.

Ejaculação retardada é o oposto de ejaculação precoce, em que o orgasmo é atingido pouco depois da penetração. A ejaculação precoce é muito mais frequente que a ejaculação retardada, mas geralmente, ambas têm causas psicológicas.

Quando te masturbas, a ejaculação também demora, ou já não é retardada? Se não tens esse problema quando te masturbas, então certamente que é uma causa psicológica.

Pode ser devido a estares preocupado em não ter um bom desempenho sexual, o que origina nervosismo e ansiedade durante o acto sexual. Quando por qualquer razão, um homem está tenso, stressado ou com medo durante uma relação sexual, naturalmente que isso interfere no orgasmo. Preocupações durante a relação sexual não combina com bom sexo.

Há homens que têm este problema porque tiveram traumas relacionados com o sexo na infância, ou mesmo depois de adultos. Ou porque têm receio de engravidar a parceira, ou de contrair uma Infecção de Transmissão Sexual (ITS).

Outros homens, simplesmente preferem a masturbação ao acto sexual. E por isso têm dificuldade em atingir o orgasmo através da penetração.

A solução depende da tua cabeça, tal como para a ejaculação precoce de que já falámos muitas vezes nesta coluna (aconselho-te a ler as respectivas recomendações): mudar a atitude perante o sexo. Esquecer a penetração e o orgasmo e concentrar nos preliminares, sem preocupações de tempo.

Proporcionar prazer à parceira faz aumentar a tua confiança, vais sentir-te mais seguro, sem receios, com mais controlo sobre ti próprio. Se conseguires isso, é bem possível que esqueças as preocupações durante a relação sexual e tudo correrá melhor. És muito jovem e certamente que este problema é transitório.

Se não resultar, recomendo uma avaliação psicológica e, se necessário, o respectivo tratamento. Tudo de bom para ti!

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom