Pergunta a Tina: preciso de saber se estou doente e o que devo fazer para evitar isso
Vida e Lazer - Pergunte a Tina
Escrito por Redação  
Domingo, 11 Novembro 2018 06:50
Share/Save/Bookmark

Olá querida Tina! tudo bem? Aqui razoável. Eu sou jovem de 34 anos de idade, por razões religiosas eu e a minha namorada não podemos ainda ter nada. Apenas beijos. Só que no momento em que nos acariciamos e nos beijamos, acabo por ficar excitado e não conseguindo me controlar acabando por ejacular. Preciso de saber se estou doente e o que devo fazer para evitar isso. Ela ainda não descobriu, estou aflito, ajude por favor. Macário.

Querido Macário, claro que não estás doente. A maior parte dos homens em todo o mundo já passou por isso. Isso é completamente normal. Isso acontece quase sempre porque o jovem está ansioso, demasiado focado na erecção e penetração, perdendo o controlo das suas emoções.

Para evitar isso, tens que tentar desviar o teu foco sexual para longe da erecção e penetração, e concentrares no jogo erótico que distingue os humanos dos animais, no que respeita à esfera sexual. As relações sexuais são mais prazerosas se forem recheadas por uma atmosfera de cumplicidade, de identidade e aproximação únicas, acompanhadas de fantasias apelativas à imaginação criadora. Se te concentrares noutros aspectos da relação sexual, como carícias, beijos, mimos, afagos, abraços, meiguices e todas as mil maneiras de um casal estar numa boa, relax, sem pressas, durante o tempo que te apetecer, nem te lembrando de erecção ou penetração, verás que a ejaculação precoce desaparece. E a tua namorada agradece as carícias. Porque o que agrada às mulheres não é a erecção e a penetração. Não estão nem aí, ao contrário de muitos homens.

Para ajudar a resolver a tua preocupação, é lógico que a tua namorada precisa ser envolvida. Portanto, o primeiro passo, é conversar com ela sobre a questão. O diálogo é básico para o sucesso de um relacionamento sexual. Ela irá aceitar de bom grado a tua reorientação sexual, e tu, suportado pela confiança que ofereceste à tua namorada, com muito amor e carinho, esquecendo a penetração, poderás curtir e proporcionar uma brincadeira altamente prazerosa, mesmo que não venha a acontecer a ejaculação. Pensa bem! E quando chegar a altura, não te esqueças da camisinha...!

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom