Pergunta a Tina: nunca senti prazer, nem sei qual é a sensação de sentir prazer, estou desesperada, peço ajuda!
Vida e Lazer - Pergunte a Tina
Escrito por Tina  
Sábado, 23 Março 2019 07:53
Share/Save/Bookmark

Boa noite , sou uma jovem de 21 anos tive a minha primeira relação sexual aos 19 anos com o meu ex-namorado e nunca senti prazer, me separei dele já há seis meses e experimentei ficar com outra pessoa e nada de sentir prazer, desesperada também me separei dele, achando que com outro pudesse sentir algo, mas nada mesmo. Nunca senti prazer, nem sei qual é a sensação de sentir prazer, mas eu acho que o problema é meu, porque com o meu namorado durámos quase dois anos juntos e ele nunca reclamou, eu nunca tive coragem de falar sobre o meu problema a alguém e já estou desesperada, peço ajuda. Salmira

Boa noite, Salmira. Compreendo bem que não deve estar a ser fácil para ti a situação porque estás a passar. Não deves desesperar, porque esse problema pode ser resolvido, ou pelo menos atenuado. Não és a única com esse problema, pois há milhões de outras mulheres em todo o mundo que também sofrem com isso que, segundo as estatísticas, representa o transtorno sexual mais frequente entre as mulheres.

Nunca sentiste prazer, mas será que chegas a ter vontade, desejar um envolvimento sexual? Ou não chegas a ter esse desejo? Nunca chegaste a ter um orgasmo? Alguma vez te masturbaste? E atingiste um orgasmo? Notas que a tua vagina fica lubrificada, molhada, quando te relacionas sexualmente? Seriam importantes as respostas a estes perguntas, para entender melhor o que se passa contigo.

Também pode acontecer que o problema não seja teu, mas do teu parceiro, apesar de já teres tentado alternativas. É bem possível que os parceiros que tiveste não tenham sido suficientemente meigos e carinhosos para que tu sintas prazer. Muitas vezes, uma mulher não chega a ter prazer, simplesmente porque o parceiro está muito ansioso, quer penetrar rápido, ejacula precocemente e a parceira nem chega a ter oportunidade de gozar convenientemente. Por isso, antes da penetração, o casal deve trocar beijos, carícias, massagens, etc., os chamados “preliminares”, sem pressas nem ansiedade.

Seria muito importante dialogares com o teu parceiro, pois se vocês se amam realmente, ele poderá ajudar-te muito. Ele tem que saber o tipo de carícias que tu gostas mais que ele te faça, as zonas do teu corpo que preferes que ele toque e acaricie, ou seja, o que te dá mais gozo. Gradualmente, vocês se irão conhecendo melhor, assim como aos vossos corpos, e assim estarão em posição de modificar o vosso envolvimento sexual, de modo a que seja prazeroso para ti.

Alguns médicos registam sucessos ao aconselharem mulheres que têm o mesmo problema, a despertar o desejo sexual através da leitura ou visão de livros ou vídeos eróticos, de forma a criar excitação sexual. Talvez possas beneficiar também dos conselhos de um/a psicólogo/a experiente nesta matéria.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom