Operação contra fístulas obstétricas abrange mais de 60 mulheres em Nampula
Vida e Lazer - Saúde e bem Estar
Escrito por Redação Centro/ Norte  
Terça, 23 Setembro 2014 17:53
Share/Save/Bookmark

Mais de 60 mulheres que padeciam de fístulas obstétricas foram submetidas a operações cirúrgicas, no período compreendido entre 15 e 21 do mês em curso na província de Nampula, no quadro de uma campanha promovida pelo sector de Saúde, a nível daquele ponto do país.

Fístula obstétrica é uma enfermidade considerada perigosa e que afecta maioritariamente às mulheres em idade fértil, como resultado das complicações de parto. Em Nampula, o número de mulheres afectadas pela doença tem vindo a subir anualmente, facto que obriga o governo daquela província a desenvolver campanhas de operação as pacientes, como forma de garantir a saúde pública.

De acordo com Bernardo Leite, médico-cirurgião geral afecto ao Hospital Central de Nampula, aquela instituição registou no primeiro muitos casos de fístulas obstétricas, o que constitui uma forte ameaça ao sector.

Leite disse que muitas mulheres perdem as crianças durante o trabalho de parto e outras saem traumatizadas física e psicologicamente.

Estudos realizados em vários países do mundo, com características sociais, culturais, políticas e económicas semelhantes a Moçambique demonstram que cerca de 70% das mulheres com fístulas se situam abaixo dos 30 anos de idade. O nosso entrevistado aconselha a todas as mulheres aderirem às consultas pré-natais nos hospitais, para permitir o melhor acompanhamento por parte do pessoal de Saúde.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Terça, 23 Setembro 2014 18:41
 
Avaliação: / 1
FracoBom