Epidemia de meningite C na Nigéria e no Níger deixa mais de 1,3 mil mortos
Vida e Lazer - Saúde e bem Estar
Escrito por Agências  
Quarta, 31 Maio 2017 19:02
Share/Save/Bookmark

A epidemia de Meningite C que assola a Nigéria e o Níger deixou desde o final de 2016 cerca de 1,3 mil mortos nos dois países, segundo denunciou nesta terça-feira a ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF).

Ambas nações estão localizadas no chamado "Cinturão da Meningite", que engloba dez países africanos desde o Senegal até a Etiópia e que registam de forma recorrente surtos desta doença.

Desde 13 de Dezembro de 2016 até 14 de maio de 2017, a epidemia afectou 13.943 pessoas e matou 1.112 na Nigéria, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

No Níger, de 1 de Janeiro a 1 de maio, o surto de meningite afetou 3.037 pessoas e matou 179 pessoas. Como resposta à epidemia, a MSF iniciou vastas campanhas de vacinação nos dois países para mais de um milhão de pessoas.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom