Cólera mata 10 pessoas e contamina outras centenas em Nampula
Vida e Lazer - Saúde e bem Estar
Escrito por Júlio Paulino  
Quarta, 08 Novembro 2017 07:55
Share/Save/Bookmark

A cólera matou pelo menos 10 pessoas e contaminou outras 432 nos distritos de Memba, Liúpo, Mogovolas e Malema, província de Nampula, confirmou Cheamade Alide, administrador de Memba, o mais assolado pela chamada doença de mãos sujas.

A informação foi tornada pública numa conferência de imprensa que visava dar a conhecer o ponto de situação do surto, que geralmente se faz sentir nos primeiros meses do ano, e não no fim como está a ocorrer.

Há menos de um ano que as autoridades sanitárias de Nampula promoveram uma campanha de vacinação contra a cólera. A medida foi implementada de forma experimental na cidade de Nampula.

O chefe do Departamento de Saúde Pública em Nampula avançou algumas causas, tais como a falta água potável, o que leva as pessoas a consumirem água imprópria, e a defecação a céu aberto.

Segundo o administrador de Memba, a localidade de Mazua regista maior número de doentes, facto de levou à instalação de um centro de internamento e tratamento da cólera, que recebe uma média de sete pacientes. Cheamade Alide disse que concorreu também para o aumento de casos de cólera a deslocação de populares das zonas afectadas para não contaminadas.

No distrito de Memba, o primeiro surto de cólera ocorreu em Junho. Indignada com a situação, a população acusou as autoridades sanitárias de estarem a propagar a referida enfermidade nas comunidades, o que gerou revolta e agressão física de alguns técnicos de saúde, líderes comunitários e destruição de uma unidade sanitária.

Para combater a doença, as autoridades sanitárias estão a desenvolver vários trabalhos que consistem em ensinar às comunidades as boas maneiras de prevenção.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Segunda, 13 Novembro 2017 08:08
 
Avaliação: / 0
FracoBom