Curdos declaram independência no ciberespaço com domínio ".krd"
Destaques - Tecnologias
Escrito por Agências  
Sexta, 15 Abril 2016 10:36
Share/Save/Bookmark

Com o direito a ter seu próprio Estado negado na realidade, os curdos iraquianos declararam a independência no ciberespaço com um novo nome de domínio, o que provocou a ira de vizinhos hostis às suas aspirações.

Muitas vezes descrito como o maior grupo étnico do mundo sem o seu próprio Estado, os curdos se consideram vítimas de um pacto que dividiu a sua terra natal entre Turquia, Irão, Síria e Iraque após a Primeira Guerra Mundial.

O novo domínio de alto nível ".krd" concede aos curdos um espaço separado no mundo virtual, num momento em que estão a tentar conquistar legitimidade no território por meio de aliança com a coligação liderada pelos Estados Unidos da América contra o Estado Islâmico.

"Aqueles que nos aprisionaram dentro destas fronteiras geográficas não tem a mesma influência no ciberespaço. Na Internet nós escolhemos as nossas próprias fronteiras", disse Hiwa Afandi, que obteve reconhecimento internacional para o domínio que abriu esta semana para uso de empresas privadas, organizações e indivíduos.

Os curdos obtiveram o nome do domínio ".krd" em 2013 na Corporação de Nomes e Números Atribuídos na Internet (Icann, na sigla em inglês), uma organização sem fins lucrativos que gere os endereços online. É um nome genérico, não um "código de país" com duas letras, reservado para Estados soberanos.

A presidência e o governo da região já o usam para sites em curdo, árabe e inglês nos endereços www.presidency.krd e www.gov.krd. Afandi disse que esperava que a Turquia, que é lar do maior número de curdos e tem um relacionamento difícil com eles, vetasse a aplicação, mas o único país a opor-se até agora foi o Irão.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom