Gasolina subiu para 75,18 meticais e gasóleo para 71,33 meticais no Norte de Moçambique
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira  
Sexta, 30 Março 2018 09:20
Share/Save/Bookmark

Enquanto os privilegiados que vivem em Maputo vão murmurando que o preço dos combustíveis estão altos a gasolina que na capital custa 65,01 é vendida a 73,18 no distrito de Zumbo e chega aos 75,18 meticais no distrito de Mecula. O gasóleo, que aumentou para 61,16 na cidade “das acácias”, passou a custar 69,33 no distrito mais à leste da província de Tete e no distrito mais à Norte da província do Niassa é vendido a 71,33 meticais. Paradoxalmente os moçambicanos que vivem fora de Maputo, onde a Pobreza continua a aumentar, nunca receberam qualquer tipo de subsídio que durante anos beneficiou os “maputenses”.

A propalada “Unidade Nacional” que é defendida a muito custo pelos governantes não se traduz nos aspectos práticos da vida no nosso país, o custo dos combustíveis líquidos é apenas mais um.

Porém, por algum motivo o comunicado sobre os aumentos, ou reduções, apenas refere-se aos preços de venda nas circunscrições territoriais das cidades com terminais de distribuição, nomeadamente Maputo, Beira, Nacala e Pemba.

No resto do país o preço é acrescido de custos do transporte e embalagem quiçá violando a Constituição da República, que define como responsabilidade do Estado “a solução dos problemas fundamentais do povo e para a redução das desigualdades sociais e regionais”.

Na província de Gaza o preço da gasolina varia entre 66,78, na cidade do Xai-Xai, e os 69,11 meticais no distrito de Chicualacuala. O petróleo mais barato é vendido no Bilene a 50,78 enquanto em Chicualacuala atinge os 54,55 meticais. O preço do gasóleo varia entre 61,49, no Bilene, e os 65,26 em Chicualacuala.

Na chamada “terra da boa gente” a gasolina mais acessível encontra-se no distrito de Inharrime, a 67,18 meticais, e a mais exorbitante no distrito de Mabote a 71,16. Já o preço mais baixo do petróleo é de 52,14 meticais, no distrito de Zavala, o mais alto é de 56,60 no distrito de Mabote. Também em Inharrime vende-se o gasóleo mais barato da província de Inhambane, 63,33 meticais, e em Mabote o mais caro, 67,31 meticais por litro.

Em Milange gasolina custa 74,24 meticais, petróleo 59,68 meticais e o gasóleo 70,39 meticais

Em Sofala o preço da gasolina começa nos 65,01 meticais, na cidade da Beira, e atinge os 69,19 no distrito de Marromeu que também tem o preço mais alto do petróleo na província, 54,63 meticais, e do gasóleo, 65,34 meticais cada litro.

No distrito de Inchope encontram-se os preços mais baratos da gasolina, petróleo e gasóleo na província de Manica, 65,41 meticais, 50,85 meticais e 61,56 meticais o litro, respectivamente. Os custos mais caros são cobrados no distrito de Tambara gasolina 68,66 meticais, petróleo 54,10 meticais e gasóleo 64,81 meticais.

Na cidade de Tete e no distrito de Moatize encontram-se os preços mais acessíveis da província 70,40 meticais, 55,84 meticais e 66,55 meticais para gasolina, petróleo e gasóleo, respectivamente. Os custos mais elevados são cobrados no distrito de Zumbo onde a gasolina é vendida a 73,18 meticais, o petróleo a 58,62 meticais e o gasóleo a 69,33 meticais por litro.

Na Zambézia os combustíveis mais baratos, gasolina a 69,46 meticais, petróleo a 56,90 meticais e gasóleo a 65,62 meticais, estão disponíveis na cidade de Quelimane e nos distritos de Insassunge e Nicoadala. Os preços mais elevados são praticas no distrito de Milange onde a gasolina custa 74,24 meticais, o petróleo 59,68 meticais e o gasóleo 70,39 meticais cada litro.

Combustíveis mais caros de Moçambique vendidos no Niassa

Na cidade portuária de Nacala vende-se a gasolina, o petróleo e o gasóleo mais baratos da província de Nampula aos preços de 65,01 meticais, 50,45 meticais e 61,16 meticais, respectivamente. Os valores mais altos são cobrados no distrito de Moma onde a gasolina custa 68,44 meticais, o petróleo 53,88 meticais e o gasóleo 64,59 meticais.

Na província de Cabo Delgado os preços mais acessíveis são praticados na cidade de Pemba e no distrito de Mecúfi, gasolina a 65,01 meticais, petróleo a 50,45 meticais e o gasóleo a 61,16 meticais. Já no planalto de Mueda, onde começou a luta pela independência nacional, a gasolina é vendida 67,50 meticais, o petróleo a 52,94 e o litro de gasóleo custa 63,65 meticais.

Os combustíveis mais baratos na província do Niassa são vendidos nos distritos de Cuamba e Metarica a gasolina 69,01 meticais, o petróleo a 54,45 meticais e o gasóleo a 65,17 meticais. A gasolina mais cara do Niassa, e de Moçambique, é vendida a 75,18 meticais no distrito de Mecula, onde o petróleo custa 60,62 meticais e o gasóleo, igualmente o mais caro do país, custa 71,33 meticais.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sexta, 30 Março 2018 10:41
 
Avaliação: / 1
FracoBom