Governo aumenta em 500 por cento preço da carta de condução e em mais de 2000 por cento o exame de condução em Moçambique
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira  
Domingo, 30 Setembro 2018 22:04
Share/Save/Bookmark

O preço da emissão ou renovação de uma carta de condução biométrica em Moçambique vai ser agravado em 500 por cento. O @Verdade apurou que já esta semana outros serviços prestados pelo INATTER também serão alvo de aumentos exorbitantes como a emissão de livrete, que passa a custar 1.850 meticais, ou os exames de condução que será taxado em 2.185 meticais.

Depois de haver introduzido taxas para matrículas personalizadas de veículos e revisto o custo das vistorias de veículos, exame extraordinário para instrutores/ inspectores, taxas para candidatos a condutores e de licenciamento de actividades ensino de condução e do fabrico de matrículas o Instituto Nacional dos Transportes Terrestres (INATTER) vai actualizar esta semana dezenas de taxas cobradas pelos serviços que presta.

O registo inicial de um automóvel ligeiro que custa 2.450 passará a custar 2.980, enquanto a atribuição de matrícula a um motociclo será taxada em 1.985 meticais e a tractores agrícolas em 1.050 meticais. No que aos automóveis pesados diz respeito o preço passa de 3.450 para 3.900 meticais.

No entanto o @Verdade apurou que algumas taxas vão ter aumentos exorbitantes. Um exame obter uma carta de condução para automóvel ligeiro, pesado, motociclo ou tractor, que actualmente custa 100 meticais, vai passar a custar 2.185 meticais.

Pior é que após realizar o exame de condução o condutor, se aprovado, terá ainda de pagar 2.500 meticais para obter uma carta de condução biométrica, que actualmente custa somente 500 meticais.

Portanto um jovem que pretenda obter uma habilitação para conduzir, quesito fundamental em grande parte dos concursos de emprego, terá de investir pelo menos 4.685 meticais, bem mais do que um salário mínimo em Moçambique.

Alvará para escola de condução passará a custar 20.050 meticais

Muita mais caro ficará ainda obter uma carta de condução profissional ou de serviço público, o exame que é taxado em 160 meticais passará a custar 2.185 meticais, acrescido do custo da carta de condução mais o averbamento que passará a custar 2.500 meticais.

O registo da propriedade de um automóvel, que não tem custo para a obtenção de um livrete, passará a ser taxado em 1.850 meticais. A substituição do livrete também custará 1.850 meticais e um duplicado desse documento será taxado em 1.550 meticais.

Mas a revisão em alta das taxas do INATTER estendem-se também para as escolas de condução cujo alvará passará a custar 20.050 meticais e os serviços de vistoria também foram agravados. Serão ainda agravados os custos para a instrução de condução.

Estes agravamentos, aprovados pelo Diploma Ministerial 82/2018 de 5 de Setembro, entram em vigor a partir de 5 de Outubro.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Segunda, 01 Outubro 2018 14:21
 
Avaliação: / 13
FracoBom