Estudo do Banco de Moçambique evidencia falhanço da produção de arroz em Gaza e que Governo falhou meta de produção
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Domingo, 24 Novembro 2019 21:23

Desde que o partido Frelimo está no poder tem repetido que a Província de Gaza possui potencial para a produção de arroz e substituição de importação tendo o produto sido eleito “bandeira” no entanto um estudo do Banco de Moçambique (BM) revelou que “a contribuição de Gaza na produção total de arroz no país tende a reduzir” enquanto “o défice na oferta de arroz nacional tende a agravar”. Das 458 mil toneladas que o Governo de Filipe Nyusi previu produzir em 2018 apenas 412 fora produzidas pode-se ler no documento que indica “o preço do arroz importado é mais baixo que o nacional”, desmentindo o ministro da Indústria e Comércio que arroz produzido em Moçambique “não pode de forma alguma ser mais caro do que vem de fora”.

Actualizado em Segunda, 25 Novembro 2019 08:30
 
Linha Caia – Nacala atrasada, Governo autoriza EDM a importar gás natural liquefeito para demanda de energia no Centro e Norte
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 21 Novembro 2019 20:55

Mapa inserido na Estratégia da EDM 2018-2028Devido ao atraso na edificação da Linha de Transporte de energia entre Caia e Nacala o Governo autorizou a Electricidade de Moçambique (EDM) a importar gás natural liquefeito (GNL) para tentar responder a demanda de energia no Centro e Norte de Moçambique. Paralelamente vai ser substituída, nas próximas duas semanas, a Central Termoeléctrica Flutuante que está atracada na Cidade de Nacala por uma outra similar que “permite uma melhor regulação da tensão e melhoria na qualidade do fornecimento”.

 
“O sector açucareiro não está em crise” afirma ministro da Indústria e Comércio que sugere existência de “má gestão”
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 20 Novembro 2019 21:09

O ministro da Indústria e Comércio enfatizou semana finda que “o sector açucareiro não está em crise, tem outros problemas” como por exemplo “má gestão”. Ragendra de Sousa disse “Mafambisse e Maragra são fábricas a operar, é um problema de mudar o que está errado para o que está bem” e problematizou a protecção que o sector beneficia do Estado “isso é política de infant industry, jovem com 18 anos é infantil”.

Actualizado em Quinta, 21 Novembro 2019 08:11
 
PCA da ENH prognostica que em 3 anos do rating de Moçambique chegará a BBB... que permitiu as dívidas ilegais
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 19 Novembro 2019 18:56

Foto de Naíta UsseneA reestruturação da dívida da EMATUM e a perspectiva do início da exportação do gás natural existente na Bacia do Rovuma em 2022 animam os governantes moçambicanos a voltarem aos mercados financeiros para contraírem novas dívidas Pública. “A questão é de se reconhecer que tens capacidade presente e futura de cumprir as suas obrigações” afirmou PCA da Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH), Omar Mithá prognosticou que em 3 anos a classificação do rating de risco de Moçambique chegará a BBB... que permitiu as dívidas ilegais.

Actualizado em Quarta, 20 Novembro 2019 11:54
 
Moçambique não baixou no Doing Business “porque não fez nada, os outros países fizeram mais do que nós” ministro da Indústria e Comércio
Tema de Fundo - Tema de Fundo
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 18 Novembro 2019 22:09

Foto de Adérito CaldeiraNa sequência da queda do nosso país no índice “Doing Business 2020” do Banco Mundial o ministro da Indústria e Comércio reconheceu que “Moçambique não baixou porque não fez nada, o que aconteceu foi que os outros países fizeram mais do que nós, fizeram mais depressa do que nós”. Ragendra de Sousa reiterou que o Governo é o primeiro interessado em melhorar o ambiente de negócios pois “sem investimento não há crescimento”.

 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 10 de 232