SELO: Corrida ao ouro em Nhamizi – província de Tete - Por João Feijó
Escrito por Redação   
Quarta, 16 Maio 2018 07:32

Ao longo do ano de 2016 o sudeste da província de Tete foi afectado pela estiagem, particularmente os distritos de Changara, Marara, Mágoè e Cahora Bassa. A seca provocou perdas consideráveis da produção, gerando bolsas de fome e tornando grande parte da população dependente da assistência do Programa Mundial de Alimentos. Paralelamente, uma praga de gafanhotos tem destruído as definhadas culturas agrícolas.

 
SELO: A crise de água no Umbeluzi: Governo versus FIPAG - Por Benedito Machipane
Escrito por Redação   
Quinta, 10 Maio 2018 08:01

Compatriotas! Temos o dilema de restrições de água, devido ao sobre-consumo e à seca climática. O Umbeluzi nasce na fronteira ocidental swázi, atravessa Maputo, desagua no estuário de Espírito Santo e abastece as cidades de Maputo, Matola e certas vilas ao sul de Maputo. Os sobre-consumidores desta água são as indústrias, essas que deviam ter suas fontes, sobretudo as freáticas e com responsabilidade de abastecer as áreas circunvizinhas.

 
SELO: Embusteado Moçambique - Por Filipe Vilanculos
Escrito por Redação   
Quarta, 09 Maio 2018 08:01

Os hospitais estão em regime de caos controlado; os caminhos-de-ferro podres; as escolas metem água, os professores em greve; as estradas têm cada vez mais buracos. Estamos velhos enquanto a população predominante é jovem. O país está velho e as ideias estão velhas e as estradas estão velhas.

 
SELO: Morte de Afonso Dhlakama: Representação para o novo quadro geopolítico de Moçambique - Por Dúlcio Mazive e Raúl Barata
Escrito por Redação   
Terça, 08 Maio 2018 07:27

O dia 03 de Maio de 2018, talvez ficará para sempre marcado como o dia da morte de um dos principais se não maior opositor do pseudo-regime Marxista-Leninista da FRELIMO, alguém que obrigou estes a sentar à mesa para negociar e por término a 16 anos de guerra civil que dilacerou o país logo após a independência. É o dia da morte daquele que o povo intitula como o pai da democracia moçambicana, verdade ou não, o facto é que Afonso Dhlakama será para sempre lembrado como uma das principais figuras do processo democrático em Moçambique, talvez a terceira figura mais importantes da nossa história recente, depois de Eduardo Mondlane e Samora Machel por tudo que conseguiu e não conseguiu alcançar enquanto líder político e militar.

Actualizado em Terça, 08 Maio 2018 08:05
 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 8 de 104