SELO: Aparente auscultação pública sobre o ProSavana: Mais um diálogo fantoche - por Organizações da Sociedade Civil
Escrito por Redação   
Terça, 30 Junho 2015 07:24

O Centro de Conferências Joaquim Chissano, em Maputo, acolheu no passado dia 12 de Junho de 2015 um encontro referente à fase nacional de “auscultação pública” do programa Prosavana, à semelhança do que aconteceu nos meses de Abril e Maio ao nível dos distritos e capitais das províncias de Nampula, Niassa e Zambézia. O encontro foi dirigido e moderado pelo ministro da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA), José Pacheco. Ora, compulsados os preceitos sobre a consulta pública em apreço, incluindo a “Directiva-Geral para o Processo de Participação Pública no Processo de Avaliação de Impacto Ambiental” aprovada pelo Diploma Ministerial nº 130/2006 de 19 de Julho, é deverás notório que os mesmos não têm sido respeitados em todo este processo de auscultação pública do Programa ProSavana.

 
Direito a Resposta “Restaurantes informais sufocam as ruas de Nampula”
Escrito por Redação   
Segunda, 22 Junho 2015 11:29

Lemos com bastante susto e admiração a notícia veiculada no vosso @Verdade Online, (no Destaque Nacional de 11 de Junho), intitulado “Restaurantes informais sufocam as ruas de Nampula” que, entre outras falsidades apresentadas, cita palavras do edil de Nampula, Mahamudo Amurane a assumir que o Conselho Municipal de Nampula reconhece a proliferação de vendedores informais nas ruas da urbe e que não há outra alternativa para corrigir a situação. A referida notícia diz, por outro lado, que o edil de Nampula chamou de grupos vulneráveis e que dependem de pequenos biscates para a sua sobrevivência os vendedores de rua.

 
SELO: Carta aberta ao senhor Afonso Macacho Marceta Dhlakama - Por Euclides da Flora
Escrito por Redação   
Sexta, 19 Junho 2015 08:16

Exmo. senhor presidente da Renamo. Foram e são marcas que não se apagam da minha memória e que são “insistidas” pelas lembranças desagradáveis daquele dia de dor, que separa o mundo da felicidade do da dor: A minha família morreu carbonizada algures na província de Inhambane por causa da guerra dos 16 anos. O senhor calcula a minha dor?

Actualizado em Sexta, 19 Junho 2015 10:54
 
SELO: Até quando a requalificação do Chamanculo “C”? - Por Alcides Bazima
Escrito por Redação   
Quinta, 18 Junho 2015 07:41

Este é o segundo mandato do edil David Simango e a promessa vem do primeiro. Até aqui, Chamanculo “C” espera ser requalificado. O dinheiro já existe, segundo as informações veiculadas pela Imprensa, há anos, doado por uma organização italiana, a mesma que patrocinou um projecto idêntico no Brasil, na cidade de Rio de Janeiro.

 
Início Anterior 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 Seguinte Final

Pág. 95 de 114