SELO: Camponês VS Ganância
Escrito por Justiça Ambiental   
Quarta, 11 Outubro 2017 02:10

“Os ensaios em campos confinados do projecto WEMA anunciam o início de uma era de organismos geneticamente modificados em Moçambique, fenómeno que alterará por completo os seus sistemas de alimentação e agrícola, a sua biodiversidade e a sua cadeia de valor alimentar. (...) Culturas geneticamente modificadas resultarão no declínio da diversidade de sementes e, o mais certo, os camponeses não poderão semear sementes conservadas por eles. Isto terá implicações nefastas e consequências profundas no sistemas de sementes geridos por camponeses em Moçambique.”

 
SELO: Congresso da Frelimo e a situação real de Moçambique - Por Jorge Valente
Escrito por Redação   
Terça, 10 Outubro 2017 02:44

Compatriotas, as mentes actuais dos moçambicanos são diferentes das dos tempos idos até 1994, ano das eleições multipartidárias. com efeito o espírito de bajulação, lambe-botismo e “yes man” já estão a degradar-se progressivamente.

 
SELO: Chefe do Departamento de Aquisições do Ministério de Educação e Desenvolvimento Humano substitui júri em concurso público e prejudica concorrentes*
Escrito por Redação   
Quinta, 05 Outubro 2017 08:24

Venho por este meio, e de forma anónima, usar o Direito que a LEI DE COMBATE À CORRUPÇÃO me dá, e desta forma dar o meu modesto contributo no combate à corrupção, um “vírus malévolo” que enferma a sociedade moçambicana e consequentemente o desenvolvimento económico do país. Trata-se do CONCURSO PÚBLICO NACIONAL, FASE-019/17/DAQUI/RFB/GO para a Aquisição de Kits de Laboratorio e Bancadas Móveis de Ciências Naturais para Escolas do Ensino Secundario Geral e financiado pelo FUNDO DE APOIO AO SECTOR DE EDUCAÇÃO (FASE) - Grant No. 4930-MOZ.

 
SELO: Sinistralidade rodoviária? É sinónimo de DESPREZO sobre apropriada capacitação profissional! - Por Carlos Sousa
Escrito por Redação   
Segunda, 02 Outubro 2017 22:13

O presente ambiente rodoviário, solicita-me este apontamento: Não tenho a mínima dúvida em afirmar e alertar que em Moçambique há um exagerado desprezo pela formação e capacitação profissional. O ALERTA é dedicado ao incorrecto uso e manutenção de veículos rodoviários e associados procedimentos, falta de respeito humanitário e pelo Ambiente, face ao necessário ajustado, indispensável e inovador, sabermos usar e aplicarmo-nos em modo preventivo.

 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 2 de 85