SELO: Perguntaram-me se iria a Moçambique para o julgamento* - Por Carlos Nuno
Escrito por Redação   
Quarta, 22 Julho 2015 19:36

Caros amigos e colegas,

Como talvez saibam, a Procuradoria-Geral da República (PGR) de Moçambique está a preparar o julgamento de dois casos que, embora separados, estão estreitamente relacionados. O primeiro é contra mim, o outro é contra os jornalistas Fernando Mbanze e Fernando Veloso. O tribunal fixou a data do julgamento para 3 de Agosto do corrente ano, mas o meu advogado, o Dr João Carlos Trindade, apresentou um pedido de adiamento para 31 de Agosto. Aguardamos ainda a decisão, que se prevê para breve, mas, até lá, a data oficial do julgamento é 3 de Agosto. As acusações são, no meu caso, de crimes contra a segurança do Estado por difamação do antigo Presidente da República. F. Mbanze e F. Veloso, do Media Fax e Canal de Moçambique, dos dois jornais que publicaram o meu post do Facebook, são acusados de abuso da liberdade de imprensa.

Tenho recebido sobre este caso inúmeras mensagens de solidariedade de amigos, colegas, activistas e outras pessoas que não conhecia. Não é possível descrever quão importantes essas palavras e gestos de solidariedade são para mim e para Fernando Mbanze e Fernando Veloso, assim como para as nossas famílias e equipas de defesa. Ficamos-lhes imensamente gratos por estas expressões de solidariedade.

Gostaria de aproveitar esta ocasião para responder a algumas perguntas que me têm sido colocadas em relação ao meu caso.

 
SELO: Carta aberta ao Presidente da República de Angola sobre a supressão continuada da liberdade de expressão
Escrito por Redação   
Quinta, 16 Julho 2015 17:27

Excelência,

O Southern Africa Litigation Centre (SALC), a Amnistia Internacional, a Associação dos Advogados da SADC e a Front Line Defenders observam com grande preocupação um grave padrão de desrespeito pela liberdade de opinião, expressão e reunião pacífica em Angola. Escrevemos a V. Ex.ª, na sua capacidade de Presidente de Angola, para expressarmos a nossa inquietação e solicitar-lhe que tome medidas no sentido de repor o respeito pelo direito de liberdade de expressão, associação e reunião pacífica no país.

 
SELO: Carta Aberta ao Magnífico Reitor da Universidade Pedagógica - Por Estudantes
Escrito por Redação   
Sexta, 10 Julho 2015 07:55

Magnífico Reitor da Universidade Pedagógica (UP) de Moçambique, Prof. Doutor Rogério José Uthui, respeitosamente, dirigimo-nos à Reitoria, primeiro, para renovar os nossos agradecimentos pela confiança e autonomia concedida, o que, sem dúvida, permitiu-nos, ao longo destes quase seis meses de estudos, em diversos cursos, que o lecionamento decorresse da melhor forma possível e fosse satisfatório.

Lamentavelmente, os deveres e direitos dos estudantes e docentes não estão a ser alcançados e gostaríamos que o magnífico reitor soubesse que da nossa parte não falta empenho ao trabalho, dedicação e comprimento na soluções em relação ao que nos pedem.

Actualizado em Sexta, 10 Julho 2015 08:35
 
SELO: As consequências da partidarização das cerimónias públicas - Por Delfim Uatanle
Escrito por Redação   
Quinta, 09 Julho 2015 08:26

Vivo na cidade de Chimoio, província de Manica, há dois anos por motivos académicos. Frequento o ramo das Ciências de Comunicação, que somente esta província e a cidade de Maputo oferecem por intermédio da Escola Superior de Jornalismo.

Recentemente, passou por esta cidade a tocha que transportava a Chama da Unidade Nacional, que se pressupunha que, sendo para a tão propalada Unidade Nacional, fossem criadas as condições de modo a que todas as pessoas, independentemente de pertencer a cor partidária X ou Y, pudessem ter o acesso ao local do comício sem qualquer receio.

 
Início Anterior 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 Seguinte Final

Pág. 101 de 121