SELO: Da legalidade à ilegalidade: caso deposição de resíduos sólidos na zona baixa do Bairro T-3, Por Basílio Macaringue
Escrito por Redação   
Terça, 02 Julho 2019 21:20

O FINAL do ano 1999 foi um início de uma nova era histórica entre residentes do Bairro T-3, Município da Matola, concretamente na estrada que fazia ligação entre três avenidas, nomeadamente: de Moçambique (Bagamoio), Eduardo Mondlane (Manduca) e 04 de Outubro (paragem terminal dos TPM’s). Foi precisamente naquele período em que a referida estrada deixou, parcialmente, de dar ligação entre supracitadas avenidas, dando, deste modo, início a uma era de vida dura aos residentes situados nas redondezas. Novamente, já no início do ano 2013, a mesma via veio a ser totalmente degradada pelas chuvas intensas que assolaram dezenas de famílias daquela urbe e não somente.

 
SELO: 2030, por Ricardo Santos
Escrito por Redação   
Segunda, 01 Julho 2019 22:14

Foi publicado recentemente um estudo que alerta para a inevitabilidade de 20 milhões de empregos serem substituídos por robôs em 2030. De autoria da Oxford Economics, ele alerta que, apesar de oferecerem benefícios económicos, os robôs irão eliminar, de forma desproporcional, empregos de baixa qualificação, agravando a situação social global, concluindo ainda que em países com um rácio de menor qualificações, o ritmo de perda de empregos duplicará, comparativamente aos países onde o rácio de qualificações é maior.

 
SELO: A maldição dos recursos naturais: Mineração artesanal e conflitualidade em Namanhumbir
Escrito por Observatório do Meio Rural   
Quarta, 26 Junho 2019 21:58

Ao longo da última década, a província de Cabo Delgado tem sido palco da atenção internacional em virtude da existência de valiosos recursos naturais, entre os quais madeira, marfim, pedras preciosas e, mais recentemente, gás natural. A descoberta destes recursos foi acompanhada por vagas migratórias descontroladas e pelo aumento dos preços locais, sobretudo ao nível de alojamento e preços alimentares. Num cenário de fragilidade institucional, de corrupção generalizada e de oportunismo dos agentes do Estado, desenvolveram-se práticas furtivas e ilegais de exploração de recursos naturais, particularmente de madeira, marfim e pedras preciosas. Este cenário foi gerador de desigualdades sociais, num contexto de persistência de elevados índices de pobreza.

 
SELO: Pobreza, investimento, expectativas e tensão conflitual
Escrito por Observatório do Meio Rural   
Quarta, 19 Junho 2019 21:52

O Observatório do Meio Rural (OMR) encontra-se a realizar uma pesquisa sobre a pobreza no Norte de Cabo Delgado, em particular em áreas de penetração da grande indústria extractiva. Num cenário de forte investimento e presença internacional, de aumento das expectativas, mas também de manutenção da pobreza e de aumento das assimetrias sociais.

 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 3 de 118